UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Engenharia Civil: Graduação forma neste ano sua primeira turma

Publicado em: 02/08/2018 às 16:00

Em dezembro, os 47 formandos vão comemorar a conquista, almejando o futuro no mercado de trabalho; colação de grau está prevista para o início de 2019

Na colação de grau, 47 novos engenheiros civis vão receber o tão sonhado diploma
Na colação de grau, 47 novos engenheiros civis vão receber o tão sonhado diploma

Já são quase cinco anos de estudos, dedicação e aprendizado. Agora, neste semestre, eles estão concentrados na produção dos seus TCCs (Trabalho de Conclusão de Curso). Ao final dos trabalhos, no mês de dezembro, a Universidade Paranaense vai formar a primeira turma de engenheiros civis na Unidade de Toledo. Coordenação, professores e os 47 formandos estão otimistas quanto ao futuro no mercado de trabalho.

A cerimônia de colação de grau está prevista para o início de 2019. Para o coordenador da graduação, professor Tiago Augusto Pigozzo, a sensação já é de dever cumprido. “Meu sentimento é de gratidão, pois conquistamos a confiança dos alunos e professores; foi um trabalho de empenho e amor pela causa”, comemora, ressaltando que a ideia de implantação do curso surgiu após a verificação da necessidade de profissionais competentes da área na região.

Segundo ele, a Engenharia Civil é uma das áreas que mais se emprega no Brasil, destacando que o setor da construção civil é um dos grandes responsáveis por aquecer o mercado e a economia no país. “Em Toledo não é diferente, com uma população com elevado poder aquisitivo e a presença de grandes agroindústrias, se justifica a necessidade do engenheiro civil, tanto para obras de estruturação, como nas de manutenção”.

Sobre a potencialidade do município para abranger o curso, Pigozzo pontua que “de acordo com o IBGE, censos e estimativas de 2017, nossa cidade conta atualmente com uma população de 135.538 habitantes, sendo o terceiro maior município da região Oeste do Paraná, onde concentra boa parcela dos serviços públicos, médico-hospitalares, educacionais, comerciais e industriais”.

Ele acrescenta ainda que nos últimos anos o município recebeu investimentos importantes, os quais têm impulsionado o desenvolvimento, principalmente no setor agroindustrial. “Aqui têm empresas como a Brasil Foods, Sperafico, Prati Donaduzzi, C-Vale, I-Riedi, Copagril, Belenzier, Herbioeste, Cargil, CentralPak, Cervejaria Colônia, Fiasul, Globoaves, Balotim, Industrial Madereira Rio Paraná, entre outras, que fomentam a abertura em média de 231 vagas de empregos, apresentando um mercado pujante para a área da Engenharia Civil”.

Estrutura da Unipar

Com potencial para atender o curso, a Unipar investiu em estrutura e corpo docente de qualidade, com professores altamente qualificados. Para acolher os acadêmicos, a Unipar oferece salas de aula equipadas e climatizadas; salas de pranchetas para desenvolvimento de atividades práticas de desenho técnico e projetos arquitetônicos; laboratório de geotecnia e mecânica dos solos; laboratório de topografia que dispõe de teodolito, nível laser e estação total; laboratório de estruturas que dispõe de prensa universal hidráulica; laboratórios de testes de materiais de construção mais utilizados nas obras civis, como cerâmicas, concreto, aço e madeiras; e laboratório de hidráulica, onde o aluno tem a oportunidade de conhecer a carga hidráulica, tipos de movimentos das águas, ensaios de pressão e energia.

“As aulas práticas acontecem aos sábados de manhã e se estendem às imediações externas à Unipar, desde lotes rurais e urbanos. Também contamos com laboratórios para as séries iniciais do curso, como o laboratório de física, o laboratório de química e o de informática, onde os alunos exploram, na prática, os conceitos apresentados nas aulas teóricas”, enfatiza o coordenador.

Satisfação

O formando Sérgio Henrique de Oliveira Niehues escolheu o curso por gostar da área, principalmente, em relação às matérias direcionadas para as exatas. “A Unipar, além de ser muito conceituada em Toledo, me proporcionou fazer mais uma faculdade, já que disponibilizou o curso que sempre quis fazer em carga horária noturna”, conta.

Já a colega de turma, Luciane Graziele de Souza, afirma que escolheu fazer Engenharia Civil como segunda graduação, por identificar um futuro promissor no mercado de trabalho. “Já sou formada em Educação Física, também pela Unipar. Então, por conhecer todo o funcionamento e credibilidade da Universidade, decidi permanecer na Instituição”, diz. “E como gosto de iniciar e finalizar todos meus objetivos, este é mais um ciclo que se completa, com metas definidas e concluídas”, completa. 

Redes sociais>