UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha

Você está aqui: Institucional  >  Histórico da UNIPAR

INSTITUCIONAL

Histórico da UNIPAR

A Educação como meta

Fundada pela APEC (Associação Paranaense de Ensino e Cultura), a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Umuarama nascia, em 1972, em Umuarama, com objetivos bem traçados: fomentar o ensino superior e, ao mesmo tempo, desenvolver projetos que colaborassem efetivamente para alavancar o desenvolvimento da região. Era um investimento ousado que brotava em solo sedento de novidade, numa de suas melhores fases de desenvolvimento.

Para os pioneiros – o casal Cândido Garcia e Neiva Pavan Machado Garcia – que vieram da cidade de Tupã/SP para esta finalidade, o trabalho foi árduo, mas compensador. Exigiu muita criatividade, audácia e empenho de ambos, que vislumbravam uma instituição apta para atender à grande demanda de profissionais não-graduados.

No entender do casal, a área da educação tinha prioridade. Era urgente a necessidade de formar docentes para as escolas públicas e privadas, que tinham, em seus quadros, quase todos os professores leigos. Assim, a Instituição iniciava sua trajetória com cursos de licenciatura: Pedagogia (magistério) e Estudos Sociais, em 1972, e Ciências (Matemática) e Letras, em 1975, que reuniam cerca de 600 alunos.

A comunidade via a UNIPAR com bons olhos. Por acreditar que os investimentos da APEC em cursos superiores iriam colaborar para o desenvolvimento socioeconômico – além do cultural –, apoiava as ações de seus dirigentes, que cada vez se empenhavam mais para acompanhar o número crescente de pessoas interessadas em prosseguir os estudos, em seguir carreira. Assim, novos cursos são implantados pela FIAPEC (Faculdades Integradas da Apec): em 1980, Administração e Direito; em 1981, Ciências Contábeis e, no final da década – em 1989 –, Psicologia.

No ano seguinte – 1990 – nasce mais uma opção para os estudantes: o curso de Farmácia. Nessa fase, a Instituição passa a atrair estudantes de outras regiões do Paraná e de outros estados do Brasil. Começava, então, um novo capítulo da trajetória da APEC: a luta por transformar a FIAPEC em universidade.

Luta vencida. Em 1993, dirigentes e professores comemoraram, com carreata pelo centro da cidade de Umuarama, o reconhecimento conferido pelo MEC. Em 9 de novembro a FIAPEC transforma-se oficialmente em Universidade Paranaense – UNIPAR. O momento passa a ser um dos mais marcantes da história da Instituição, pois representa autonomia na criação de cursos.

Mas a conquista foi além. Os dirigentes da UNIPAR começam, então, a colocar em prática os planos de expansão, traçados com muito otimismo e com a intenção de contemplar outras cidades do Estado com o ensino da Universidade Paranaense. Ainda no ano de 1993 brotavam os campi de Toledo, Guaíra, Cianorte e Paranavaí. Em 1999 sai do papel o de Cascavel e, em 2001, entra em funcionamento o de Francisco Beltrão.

No compasso desse crescimento, além de se preocuparem com a estrutura predial, os dirigentes da UNIPAR priorizam também investimentos em tecnologia. Clínicas, laboratórios e ambientes especiais para atividades práticas são todos montados com equipamentos de ponta, iniciativa que leva a UNIPAR para o rol das mais bem aparelhadas do Brasil. Nesse período, a UNIPAR também começa a dinamizar seus setores de pesquisa, de extensão e pós-graduação.

Acelerada, mas mirando sempre o futuro e firme no propósito de oferecer ensino de excelência, a UNIPAR entra neste terceiro milênio com mais de vinte mil alunos, consolidando-se como uma das maiores expressões do ensino superior do Paraná.

Redes sociais