UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha
NOTÍCIA

Câncer de Mama: Curso de Enfermagem realiza ações de conscientização o ano todo

Publicado em: 13/06/2018 às 16:00

O objetivo é difundir conhecimentos sobre o assunto e colaborar para o diagnóstico precoce da doença

Larissa Antoniassi e Alexandre Pereira, acadêmicos do 5º ano, utilizam protótipos para demonstrar a autopalpação na consulta
Larissa Antoniassi e Alexandre Pereira, acadêmicos do 5º ano, utilizam protótipos para demonstrar a autopalpação na consulta
Acadêmica ensina mulher a fazer a autopalpação de mamas: prevenção é a ênfase dos trabalhos das equipes de Enfermagem
Larissa Antoniassi e Alexandre Pereira, acadêmicos do 5º ano, utilizam protótipos para demonstrar a autopalpação na consulta
Oficinas reúnem acadêmicos de várias turmas de Enfermagem, dentro e fora da Unipar
‘Unipar na Praça’: Orientações para prevenção do câncer fazem parte da pauta dos projetos que são levados para a comunidade externa

A Universidade Paranaense – Unipar está sempre presente nas diversas ações relacionadas ao câncer de mama do Outubro Rosa. Porém, para o curso de Enfermagem, a campanha acontece o ano inteiro. Em Umuarama, acadêmicos e professores levam informação e conscientização nas consultas e em eventos fora da Instituição.

Os projetos de extensão Centro de Saúde Escola e Pronto Atendimento, coordenados pela professora Daiane Cortez, colocam o acadêmico para atuar na comunidade, em eventos realizados por entidades ou empresas ou pela Unipar. O principal objetivo é alertar para os sintomas e detecção precoce da doença.

 “As atividades pontuais sobre o assunto sempre se concentram no mês de outubro, porém, pela gravidade dessa doença, devemos ter atenção o ano inteiro, o que nos leva a abordar o tema nas consultas e nos eventos externos”, afirma a professora.

Quando em ação, os estagiários de Enfermagem ensinam as mulheres a fazer a autopalpação, para ver se há nódulos nas mamas; também explicam fatores de risco, como histórico na família, menopausa tardia e gravidez após os 30 anos, e a importância da mamografia.

“O câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres no Brasil. É muito importante que sejam realizados a autopalpação e a mamografia para identificar o mais cedo possível e iniciar o tratamento”, ressalta Daiane. Ela atenta para o fato do alto índice da doença em mulheres jovens.

“Por isso, em nossas atividades, também orientamos sobre estilo de vida saudável, enaltecendo a prevenção, cuidando da alimentação, fazendo atividade física regularmente e mudando outros maus hábitos. A comunidade se engaja ao participar de palestras e ao ler os folders que costumamos distribuir”.

Redes sociais>