UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
NOTÍCIA

“Wonderful”: Equipe do curso de Nutrição prepara quitutes para cativar o professor Jerry

Publicado em: 10/05/2018 às 15:00

Vários pratos foram feitos, com receitas tradicionais da cozinha brasileira

Folhas de bananeira foram usadas para embalar iguaria servida: capricho no sabor e na apresentação
Brigadeiro, iguaria genuinamente nacional
Bolos e outros quitutes: sabor autêntico para “esquentar o coração”
Bolos e outros quitutes: sabor autêntico para “esquentar o coração”
Acadêmicas na cozinha experimental: horas de trabalho
Acadêmicas na cozinha experimental: horas de trabalho
Acadêmicas se prontificaram também para organizar as mesas

O curso de Nutrição da Universidade Paranaense – Unipar escalou uma equipe para um trabalho especial: preparar os comes e bebes para um lanche da tarde, programado para acarinhar o professor Jerry Brightman, da Harvard University, dos Estados Unidos.

Brightman veio à Unipar para uma agenda extensa de palestras. Em todas, encantou o público com seu carisma e enalteceu, por diversas vezes, o quanto é grato com a receptividade calorosa que está tendo no Brasil. “Já fui a 110 países, mas nunca fui tão bem recebido como aqui”, disse.

Também repetiu diversas vezes agradecimentos ao carinho recebido na Unipar. Como a recíproca é verdadeira, os organizadores das palestras capricharam ainda mais: resolveram organizar o lanche da tarde com sabores bem brasileiros.

O cardápio incluiu bolos (de milho, de fubá e de pinhão), mugunzá, doce de abóbora com coco, brigadeiro, pudim de tapioca, pão de queijo e bolinhos de feijoada, além de quentão (sem álcool) e café adoçado com rapadura.

Acadêmicas de Nutrição, comandadas pela coordenadora do curso, professora Ana Paula Hulsmeyer, se reuniram na cozinha experimental da Unipar e fizeram os quitutes. “Foram vinte horas de trabalho bem recompensado, considerando os elogios que recebemos”, comenta a professora, elogiando a criatividade de sua equipe.

Ela conta que escalou 30 acadêmicas, quinze se concentraram na pesquisa das receitas e as outras 15, no preparo. “Priorizamos receitas bem tradicionais mesmo, dessas que passam de geração a geração; teve aluna que trouxe receita da avó... caprichamos no cardápio porque o objetivo foi exatamente este: servir sabores que aquecem o coração”.

E pelos adjetivos que eram ditos pelo professor Jerry, enquanto saboreava, elas alcançaram a meta. “Wonderful, delicious!” foi a exclamação mais ouvida por quem o ciceroneava. O americano, brincando, disse que volta aos Estados Unidos “mais gordo”.

Redes sociais>