UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha
NOTÍCIA

Odontologia da Unipar está na lista do MEC dos melhores cursos do país

Publicado em: 05/12/2017 às 17:00

Indicadores de qualidade do ensino superior são referentes a 2016 e derivam do desempenho no Enade dos alunos concluintes

Cerca de 20 mil atendimentos são realizados anualmente nas clínicas odontológicas da Unidade
Além da clínica, acadêmicos têm aulas em diversos laboratórios

É oficial. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), do MEC (Ministério da Educação), divulgou na segunda-feira (27) a lista de cursos de Odontologia do Brasil considerados excelentes e os insuficientes, ciclo de avaliação de 2016. Com conceito 4, o curso de Odontologia da Unipar Cascavel está entre os melhores (o conceito máximo é 5).

O embasamento de classificação é o CPC (Conceito Preliminar de Curso), que reúne três dimensões da qualidade da formação dos futuros dentistas: desempenho dos estudantes na nota do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), número de professores com a titulação de mestres e doutores, e condições oferecidas para o desenvolvimento da formação, que inclui organização didático-pedagógica e infraestrutura.

Os cursos apontados como os melhores atingiram nota entre as faixas 4 e 5 e os piores abaixo de 3. Há dois meses, a Universidade comemorava com o curso de Odontologia a divulgação do resultado do CPC faixa igual a 4 e, agora, aparece em nova publicação do Inep, na lista dos melhores.

Para o coordenador da graduação, professor Dr. Laerte Bremm, a notícia deixa a todos muito felizes pelo desempenho apresentado pelo curso e os referenciais de qualidade postulados pelo MEC, que são CPC, Enade e IDD. “Estamos felizes, mas não surpresos, porque temos ciência de que há quase 20 anos investimos em práticas pedagógicas modernas, em infraestrutura e no corpo docente, de forma a oferecer um ensino realmente qualificado. Temos a certeza e a comprovação de que nosso impacto na sociedade faz com que as pessoas melhorem sua qualidade de vida, possam sorrir saudáveis e satisfeitas com o exercício profissional de nossos egressos”, reconhece.

Em 2016, participaram da avaliação os bacharelados nas áreas de saúde, ciências agrárias e áreas afins e os cursos tecnológicos relacionados às áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e segurança.

Redes sociais