UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 

0800 601 4031

NOTÍCIA

Estudantes de Sistemas de Informação surpreendem no 1° Desafio Tecnológico

Publicado em: 30/10/2017 às 17:25

Eles foram desafiados a desenvolver produto computacional que ajudasse a resolver problemas recorrentes do dia a dia

Equipe vencedora do 1° Desafio Tecnológico com os professores
Professores anunciam os vencedores durante o 1°Desafio Tecnológico do curso Sistemas de Informação
Acadêmicos do curso de Sistemas de Informação apresentam seus trabalhos no 1° Desafio Tecnológico
Acadêmicos do curso de Sistemas de Informação apresentam seus trabalhos no 1° Desafio Tecnológico
Acadêmicos do curso de Sistemas de Informação apresentam seus trabalhos no 1° Desafio Tecnológico
Acadêmicos do curso de Sistemas de Informação apresentam seus trabalhos no 1° Desafio Tecnológico
Acadêmicos do curso de Sistemas de Informação apresentam seus trabalhos no 1° Desafio Tecnológico
Professores orientando seus alunos no 1° Desafio Tecnológico
Professores orientando seus alunos no 1° Desafio Tecnológico
Professores orientando seus alunos no 1° Desafio Tecnológico
Professores orientando seus alunos no 1° Desafio Tecnológico
Professores orientando seus alunos no 1° Desafio Tecnológico
Equipe de professores do curso de Sistemas de Informação

Estudantes de Sistemas de Informação da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Paranavaí, participaram do 1° Desafio Tecnológico, evento que envolve as metodologias ativas de aprendizagem (MAA) e integra os conteúdos de todas as disciplinas.

Os trabalhos começaram em março, quando foi lançado o desafio pela coordenação do curso: desenvolver um produto computacional que viesse a facilitar a vida das pessoas. Aplicado pelos professores, a ideia era levar o acadêmico a ser responsável pela construção de seu conhecimento, seguindo o principal objetivo das MAA, que é proporcionar autonomia individual e visão do todo.

Durante o período de seis meses, os acadêmicos foram instigados a desenvolver um produto computacional que promovesse a facilitação de alguma atividade presente no cotidiano da sociedade, tendo o professor apenas como orientador no processo. “Os resultados surpreenderam”, afirma a coordenadora, professora Claudete Werner.

Ela informa que oito equipes foram formadas, com integrantes de todas as séries; cada uma apresentou um trabalho. E para eleger o melhor, sete professores fizeram parte do júri. Nessa fase de classificação, a ajuda do acadêmico João Paulo Biazotto foi importante: ele desenvolveu um software para fazer a contagem dos votos. O trabalho vencedor foi o de uma solução que faz controle de presença em ônibus escolar.

Conheça os quatro primeiros trabalhos classificados

1° Lugar – Controle de presença em ônibus escolar.
Descrição do projeto: Devido a fatos publicados em jornais, sobre esquecimento de alunos em ônibus escolar, ou até mesmo em seus pontos de origem, nossa equipe desenvolveu um protótipo para resolver esse problema com a implementação de uma placa Arduino uno controladora programável, com placa leitora RFID acoplada e uma protoboard para ligar os componentes, dois leds amarelo e vermelho, um speaker de áudio para apitar quando identificar o cartão RFID; também foi utilizado um cartão RFID e um chaveiro RFID cabo USB para ligar o Arduino e se comunicar com o sistema do ônibus. Objetivo: Tem o objetivo de identificar a quantidade de alunos que estão indo para a escola e conferir se tem a mesma quantidade de alunos retornando para casa.

2° Lugar – SOAP (Sistema de Objetos Achados e Perdidos).
Descrição do projeto: Facilitar a busca dos objetos perdidos pelas pessoas através de um sistema mobile integrado com um sistema na web, oferecendo o suporte necessário para poder encontrar esses objetos, principalmente em lugares onde o fluxo de pessoas e o espaço físico são grandes. Objetivo: Desenvolver um software para auxiliar as pessoas a encontrarem seus objetos perdidos mais facilmente, dispondo de facilidade em seu uso, aprimorando a comunicação entre quem achou e quem perdeu o objeto.

3° Lugar – Foot Clean. Descrição do projeto: Higienizadora de sapatos residencial. Objetivo: Higienizar a sola dos sapatos antes de entrar em uma residência, prevenindo o contágio de doenças infecciosas por conta de bactérias trazidas na sola do sapato da rua.  Foi desenvolvido uma máquina com uma base onde a pessoa deve subir e então um motor é acionado, fazendo com que duas escovas girem realizando assim a limpeza das solas dos sapatos.

4° Lugar – Soluções para filas. Descrição do projeto: Aplicativo com informação sobre o tempo de espera do usuário em uma fila, avisando-o em seu SmartPhone quando estiver próximo de seu atendimento/Aplicativo para agendamento de consultas de casa através do SmartPhone. Objetivo: Desenvolver um aplicativo onde o usuário não precisa ficar em pé em uma fila esperando sua vez, ele chega no estabelecimento e faz a leitura de um QR Code, em seu SmartPhone aparecerá as informações do seu número na fila, quanto tempo tem até ser atendido, qual estabelecimento está cadastrado. Com base em sua localização atual o aplicativo irá calcular o tempo de chegada até o local de atendimento e irá notificá-lo quanto tempo falta para seu atendimento, para que o usuário possa voltar ao estabelecimento a tempo. Para evitar que as pessoas vão até os postos de saúde de madrugada e fiquem em uma fila na frente dos hospitais para fazer seu agendamento de consulta, foi desenvolvido um aplicativo para SmartPhones, onde o hospital cadastra um horário para começar os agendamentos e o usuário pode entrar no aplicativo e fazer esse agendamento de sua casa; após receber a confirmação de seu agendamento, fica aguardando até receber a notificação de que faltam tantos minutos para o médico começar o atendimento. Assim os usuários podem efetuar os agendamentos de casa mesmo, e ir para aos postos de saúde próximo do seu horário de atendimento. Proposta do resultado implementado.

Redes sociais>