UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha
NOTÍCIA

Gincana: Provas batem recordes na Jornada Acadêmica das Engenharias

Publicado em: 11/08/2017 às 15:00

Equipes construíram pontes de macarrão, guindaste de palitos de sorvete, foguetes de garrafa pet, carrinho robô, entre outras engenhocas; na prova solidária foram arrecadadas quase nove toneladas de alimentos

Prova do foguete construído com garrafa pet aguça criatividade das equipes
Prova do foguete construído com garrafa pet aguça criatividade das equipes
Prova do foguete construído com garrafa pet aguça criatividade das equipes
Prova do foguete construído com garrafa pet aguça criatividade das equipes
Prova do foguete construído com garrafa pet aguça criatividade das equipes
Especialista compartilha experiências em palestra
Especialista compartilha experiências em palestra
Especialista compartilha experiências em palestra
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Jornada integra estudantes das três graduações
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Na Gincana, provas testam criatividade, conhecimento e trabalho em equipe dos alunos
Estudantes aplicam teoria na prova do carrinho robô
Estudantes aplicam teoria na prova do carrinho robô
Equipes disputam a prova da Ponte de Macarrão
Equipes disputam a prova da Ponte de Macarrão
Prova cultural desperta talento artístico dos estudantes
Prova cultural desperta talento artístico dos estudantes
Prova cultural desperta talento artístico dos estudantes
Prova cultural desperta talento artístico dos estudantes
Prova cultural desperta talento artístico dos estudantes
Na prova solidária, equipes arrecadam 8,8 toneladas de alimentos não perecíveis
Jantar ao som da banda Kaskata encerra Jornada das Engenharias
Jantar ao som da banda Kaskata encerra Jornada das Engenharias
Jantar ao som da banda Kaskata encerra Jornada das Engenharias

Integração, aprendizado, trabalho em equipe, solidariedade e muita diversão. Esses foram os ingredientes principais da animada gincana que reuniu estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Civil e Engenharia Agronômica da Universidade Paranaense. O evento marcou o encerramento da 3ª Jaeng (Jornada Acadêmica das Engenharias) da Unipar de Umuarama (entre 31/7 e 4/8).

Divididos em equipes, os alunos das três graduações foram testados em provas culturais, sociais, teóricas e práticas, realizadas nas dependências do Câmpus Tiradentes. Lançamento de foguetes (construídos com garrafas pet), construção de casinha para crianças, aparato ao ovo (pórtico de concreto para suportar a queda de um peso sobre o ovo e mantê-lo intacto), construção de silo, casa da vegetação e carrinho robô foram algumas delas.

Na prova do guindaste, construídos com palitos de madeira e cola, a equipe vencedora levantou 50 quilos com uma grua de cinco quilos, batendo o recorde do ano passado [Em 2016, a grua vencedora pesava 7,5 quilos e levantou 10 quilos].

Outro recorde também foi batido na prova da Ponte de Macarrão, quando a ponte vencedora aguentou 232 quilos [o maior peso levantado havia sido 170, também na gincana do ano passado].

Nas provas de cunho cultural as equipes dançaram, cantaram e apresentaram paródias e esquetes teatrais. Todos os momentos da gincana foram registrados pelos próprios alunos, durante o concurso de fotografia. Já a prova social foi cumprida com empenho pelos participantes, surpreendendo as coordenações dos cursos. As equipes arrecadaram 8,8 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão repassados a entidades filantrópicas de Umuarama e cidades da região.  

Com direito a torcida, as disputas foram bastante acirradas e na contagem geral dos pontos venceu a equipe Verde. Na avaliação do coordenador do curso de Engenharia Mecânica, professor Patrik Pollizello, a gincana superou as expectativas. “Os alunos passaram a madrugada participando das provas, interagindo com os colegas e trabalhando em equipe, mostrando que realmente estão aprendendo na profissão. E foi gratificante ver as equipes demostrando o forte de cada especialidade da engenharia, buscando cumprir cada tarefa com competitividade e responsabilidade”.

O professor Everlei Câmara, coordenador do curso de Engenharia Civil, acrescentou: “Houve grande integração entre as equipes, reforçando ainda mais a interdisciplinaridade, a vivência entre os acadêmicos, propiciando alegria, motivação e senso saudável de competição”.

Palestras

Durante as palestras da Jornada Acadêmica das Engenharias, os estudantes das três graduações tiveram contato com profissionais experientes, que compartilharam seus conhecimentos e enriqueceram ainda mais o aprendizado de cada um deles. A palestra de abertura foi com a professora Fernanda Garcia Velasquez, diretora do Instituto de Ciências Humanas da Unipar. Ela falou sobre o que o mercado de trabalho espera além da técnica profissional.

 

Para falar sobre o tema ‘Vasos de Pressão: Normas e dimensionamento’ foi convidado o engenheiro mecânico João Ângelo, da empresa Mecânica Ângelo, de Umuarama. A Jornada continuou com o engenheiro André Luis Silvério, da Usina Santa Terezinha, que pontuou questões importantes para a segurança no trabalho. Outro assunto tratado foi ‘Dificuldade de inserção do gerenciamento de projetos em MPE’, com o engenheiro mecânico Tiago Zanette, de Irati/PR.

A coordenadora do curso de Engenharia Agronômica, professora Carolina Amaral Tavares, avalia de forma positiva o resultado da Jornada. “Foi um sucesso! Os temas abordados nas palestras permitiram aos acadêmicos transitar por várias áreas de atuação das três profissões, o que enriquece ainda mais a formação acadêmica e faz do nosso aluno um diferencial no mercado de trabalho”.

A Jornada foi encerrada com jantar no salão de eventos do Câmpus 3, ao som da banda Kaskata.

Redes sociais