UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha
NOTÍCIA

Cursos fazem visita técnica em aldeias indígenas no Oeste Paranaense

Publicado em: 07/07/2017 às 17:20

Grupo conhece as comunidades Tekoha Itamarã e Tekoha Añetete, em Diamante do Oeste

Coordenadores posam com representantes de escolas e de Posto de Saúde
Crianças fazem apresentação tradicional guarani
Coordenadores posam com líder espiritual indígena
Coordenadores são recepcionados pelo diretor de Escola, Mauro Dietrich
Equipe acompanha ritual na Casa de Reza
Unipar faz visita a comunidades indígenas de Diamante do Oeste
Unipar faz visita a comunidades indígenas de Diamante do Oeste
Unipar faz visita a comunidades indígenas de Diamante do Oeste
Unipar faz visita a comunidades indígenas de Diamante do Oeste
Unipar faz visita a comunidades indígenas de Diamante do Oeste

A Universidade Paranaense – Unipar foi representada pelos coordenadores dos cursos de História, Enfermagem e Psicologia, da Unidade de Cascavel, em visita às aldeias indígenas do município de Diamante do Oeste. Os professores Fausto Irschlinger, Débora Girardello e Clarice Catelan conheceram as comunidades Tekoha Itamarã e Tekoha Añetete.

O objetivo é melhor conhecer e interagir com a realidade das aldeias indígenas, enfocando a saúde indígena, cultura, educação, organização, hábitos e crenças.

Os docentes tiveram a oportunidade de visitar as escolas que atendem as comunidades indígenas, as unidades de saúde, Casa de Reza e habitações, vivenciando o cotidiano dos grupos de origem guarani que habitam a região. Nos locais, os visitantes foram recebidos pelos diretores e professores das escolas indígenas, profissionais da saúde indígenas e não indígenas. Também visitaram o líder espiritual, caciques e pessoas da comunidade em geral.

Logo na chegada, o grupo foi bem acolhido pelas lideranças, com direito a apreciar apresentação do coral de músicas tradicionais guarani. A visita faz parte de levantamento de estudos e discussões que visam possíveis projetos de extensão, envolvendo os cursos de História, Biomedicina, Enfermagem, Psicologia, Odontologia e Estética e Cosmética.

O egresso do curso de História e diretor da Escola Estadual Indígena Araju Porã, Mauro Dietrich, recebeu os visitantes e parabeniza a Universidade pela iniciativa e possibilidade de um projeto de extensão voltado a atender estes povos: “As comunidades indígenas necessitam muito destes trabalhos e a Universidade quando se dispõe a exercer esse papel é maravilhoso. A Escola também se dispõe a ser parceira da Unipar para desenvolver as atividades”.

Segundo o diretor, lideranças e membros das comunidades ficaram muito contentes. “A visita demonstra todo um carinho e atenção especial com a diversidade. Para nós, enquanto Escola, a convivência com as comunidades indígenas vai propiciar um diálogo intercultural, que só tem a acrescentar para todas as partes. Foi muito bom rever esses profissionais e notar como a Universidade cumpre o seu papel externo, pois nada adianta ser um centro de formação de profissionais se não tiver ações que se apliquem ao bem-estar social”, ressalta Dietrich.

Redes sociais