Publicada em: 11/08/2014 às 18:00

Umuarama: Hospital Veterinário oferece atendimento gratuito a cães e gatos de famílias carentes

Cadastro é feito nas terças e quintas, das 14h às 18h; interessados devem levar cópia da conta de luz ou cartão do Bolsa Família

Futuros médicos veterinários examinam o cachorro Shoque

Futuros médicos veterinários examinam o cachorro Shoque

Nem só de graduação e pesquisa vive uma universidade. Além de formar profissionais para o mercado de trabalho, ela também deve servir de elo entre o espaço acadêmico e a comunidade, por meio de projetos que contemplem milhares de pessoas com serviços, orientações e atividades culturais. A Universidade Paranaense – Unipar tem plena consciência desta obrigação. Isso pode ser comprovado nos números – mais de 300 projetos de extensão em andamento, com cerca de 300 mil atendimentos/ano.

No Hospital Veterinário, que começou apenas como uma exigência do curso de Medicina Veterinária, hoje vai além de suas funções acadêmicas. Além das aulas práticas ministradas aos alunos, também desenvolve projetos de ensino, pesquisa e extensão, com atendimento a animais de pequenos e grandes portes.

Um deles contemplam cães e gatos de famílias carentes de Umuarama e região. “São pessoas que na maioria das vezes não têm condições financeiras de levar seu animal em uma clínica veterinária. Então, decidimos investir nesse projeto, prestando atendimento gratuito clínico e cirúrgico a esses bichos”, afirma a mestre em Ciência Animal, professora Ana Maria Quessada, que coordena os trabalhos.

Ela ressalda que é nosso dever cuidar bem dos animais domésticos, e um direito deles que está previsto em lei. “Como se tratam de animais de companhia, de estimação, precisam estar sempre saudáveis. E esse é o propósito do nosso projeto, melhorar a qualidade de vida dos animais e, consequentemente, de seus donos”. Para continuar cuidando bem da sua cachorra Leci, Ivete Alves dos Santos contou com apoio do projeto. “Aqui ela foi castrada e também passou por cirurgia em decorrência de uma hérnia. Hoje a trouxe para fazer mais exames”, conta, agradecendo a atenção recebida pela equipe do hospital.

Outro animal que está recebendo cuidados é o Shoque, um cachorro da raça Rusk Siberiano, de dois anos e oito meses. “Ele chegou aqui em março e, desde então, vem recebendo atendimento da nossa equipe. E o caso dele é delicado. O Shoque teve um tumor venérico transmissível e, por isso, perdeu o olho esquerdo. Fizemos a cirurgia e agora ele esta tendo convulsões. Agora, vamos fazer uma avaliação para começar um tratamento quimioterápico”, explica a professora Regiane Bapitista, integrante do projeto. Vindos de Maria Helena, Jaqueline Viana e o seu filho Kaiky são os donos do cachorro. “Fomos muito bem recebidos. O atendimento é excelente, os alunos são atenciosos, prestativos e já se tornaram amigos do Shoque”, agradece Jaqueline.

Para participar do projeto, é preciso se cadastrar. Os interessados devem ir ao Hospital Veterinário às terças e quintas-feiras, no horário das 14h às 18h, e levar os documentos pessoais, uma cópia da conta de luz ou o cartão do Bolsa Família. Mais informações no telefone (44) 3621-2550.

Aprendizado acadêmico

Os procedimentos realizados nos animais de famílias carentes são acompanhados por estudantes do curso de Medicina Veterinária da Unipar. Na rotina hospitalar se deparam com muitas situações diversas, o que ampara o aprendizado do futuro profissional. “Aqui eles colaboram e aprendem ao mesmo tempo, fazendo curativos, higienizando ferimentos, medicando, além de auxiliarem os médicos veterinários nas cirurgias”, explica a coordenadora do projeto, professora Ana Maria Quessada. Tiago Junkes Vilvert está no 3º ano e vê o projeto como uma oportunidade de enriquecer o aprendizado acadêmico. “É uma atividade que nos dá a oportunidade de vivenciar a profissão antes mesmo da formação. E é muito bom saber que estamos ajudando pessoas que não têm condições financeiras de cuidar de seus animais”. O colega de sala Paulo Henrique Sposito acrescenta: “Quanto mais prática fora da rotina diária da sala de aula, melhor será o conhecimento adquirido na graduação. Ao mesmo tempo incentivamos o controle populacional dos animais, conscientizando a populacão da importância de se fazer a castração e ensinando a forma correta de cuidar de um animal para evitar a transmissão de doenças”.

Publicada em: 11/08/2014 às 16:45

Paranavaí: Estética e Cosmética conscientiza sobre cuidados com a pele

Atividade contemplou professores e funcionários do Colégio Adélia Rossi, do distrito de Sumaré

Demonstração prática ensinou como usar cosméticos para manter a pele saudável

Demonstração prática ensinou como usar cosméticos para manter a pele saudável

Os professores do Colégio Adélia Rossi, do Distrito de Sumaré, aprenderam mais sobre os cuidados que devemos ter com a pele. O grupo foi orientado pela equipe do curso de Estética e Cosmética da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Paranavaí.

As futuras esteticistas ressaltaram o perigo para a saúde da exposição da pele ao sol ao longo da vida e a importância do uso do protetor solar no nosso dia a dia, com demonstração prática de como usar os cosméticos. “O excesso de sol pode causar queimaduras, ressecamento, vermelhidão, envelhecimento precoce e até mesmo o câncer de pele” alerta a coordenadora do curso, professora Fátima Machado, que supervisionou o trabalho.

A equipe aproveitou a ocasião e ofereceu aos docentes e funcionários da escola sessão de massagem relaxante e limpeza de pele. Ação foi organizada Prove (Programa de Valorização da Educação).

Publicada em: 11/08/2014 às 10:55

Cianorte: Tudo pronto para 7ª edição do Unipar Fashion Days

Destaque no cenário de moda regional, evento começa nesta terça e segue até sexta-feira, 15

Na passarela, looks desafiarão conhecimentos e criatividade dos estudantes

Na passarela, looks desafiarão conhecimentos e criatividade dos estudantes

Já consagrado pelos talentos de seus estudantes, que são desafiados para a criação de peças e as tarefas envolvidas na organização de um desfile, o ‘Unipar Fashion Days’ começa nesta terça-feira. Organizadores trabalham em ritmo acelerado para repetir o sucesso dos anos anteriores do evento promovido pelo curso Superior de Tecnologia em Design de Moda da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Cianorte.

“A cada ano que passa o evento cresce em relação aos trabalhos apresentados; isso é muito bom, pois instiga a criatividade dos acadêmicos na busca da superação”, destaca a coordenadora do curso, professora Márcia Ruiz, ressaltando que a atividade incentiva e promove as criações das turmas e a interação com a alta costura.

Nesta 7ª edição, professores e estudantes trazem mais uma vez à comunidade e ao empresariado cianortense o produto tão esperado por eles. As equipes foram desafiadas a produzirem trajes inspirados no tema ‘Futurismo’ e na moda dos anos 70 e 80, tendo como foco de inspiração o filme Hair. Na passarela também vão desfilar peças embasadas nos trabalhos de conclusão de curso dos formandos.

No Unipar Fashion Days, a Instituição experimenta a gratificante comprovação de que o nível de seus graduandos e formandos aumenta ano após ano. “É neste evento que os formandos têm a possibilidade de superar com sucesso toda a trajetória da criação dos produtos de moda, projetando uma coleção com mais de 50 produtos”, completa o professor Marcos Lima.

Realizado no anfiteatro Cândido Garcia, da Unipar, o evento segue até sexta-feira, 15, com início às 19h30.

Publicada em: 11/08/2014 às 10:01

Umuarama: Reunião do Conselho de Contabilidade trata do ensino das IFRS

Coordenadores e professores de cursos de Ciências Contábeis do Estado participaram

Da Unipar foram os docentes Régio Toesca, Izabel Gozer, Gervaldo Campos e Clóvis Uliana (coordenador)

Da Unipar foram os docentes Régio Toesca, Izabel Gozer, Gervaldo Campos e Clóvis Uliana (coordenador)

Em Curitiba aconteceu mais uma Reunião de Coordenadores e Professores de Cursos Superiores de Ciências Contábeis. Realizado na sede do CRC/PR (Conselho Regional de Contabilidade do Paraná), o evento atraiu representantes de várias instituições de ensino do Paraná. Da Universidade Paranaense – Unipar foram os docentes Régio Toesca, Clóvis Uliana (coordenador), Gervaldo Campos e Izabel Gozer (em 23/07).

Desta vez, a reunião pautou a temática ‘O Ensino das IFRS’, ministrada pelo sócio-fundador da IFRS4all, consultor e professor Nabil Ahmad Mourad, mestre em Contabilidade Internacional pela John Moores University-Liverpool/Reino Unido.

Durante o encontro, Mourad pontuou os desafios para o ensino das IFRS, as técnicas de ensino para tópicos complicados e os exercícios para melhoramento do CV. O especialista também falou sobre capacitação e certificação internacional em IFRS e Finanças, repassando dicas de como fazer as aulas sobre o assunto se tornar mais interessantes.

Ao final, foi aberto espaço para comentários e esclarescimento de dúvidas. “A participação em eventos dessa natureza é de fundamental importância para a nossa carreira, proporcionando a discussão de vários aspectos que influenciam no nosso dia a dia de docente. Uma oportunidade ímpar de nos atualizarmos e, ao mesmo tempo, melhorar a integração com colegas de outras instituições de ensino”, destacou o professor Gervaldo Campos.

A equipe da Unipar aproveitou o ensejo para doar à biblioteca do CRC um CD contendo os Anais do Enicon (Encontro de Iniciação Científica) do curso e uma revista sobre Ciências Empresariais.

Publicada em: 08/08/2014 às 17:30

Francisco Beltrão: Estudantes constroem barcos com garrafa pet

Atividade fez parte do 1º Desafio da Engenharia Civil, que premiou os melhores em flutuabilidade, equilíbrio e propulsão

Criatividade e conhecimento: os autores das engenhocas se esforçaram bastante para fazer bonito na prova de velocidade, que teve plateia e medalhas para os vencedores

Criatividade e conhecimento: os autores das engenhocas se esforçaram bastante para fazer bonito na prova de velocidade, que teve plateia e medalhas para os vencedores

Estudantes de Engenharia Civil da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Francisco Beltrão, se divertiram muito durante o 1º Desafio da Engenharia, como atividade de encerramento da Semana Acadêmica de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo. A manhã ensolarada, com temperatura agradável, criou o cenário perfeito para as equipes mostrarem suas habilidades em design e execução de projeto.

Como desafio, eles tinham que projetar e construir um meio de transporte aquático, utilizando garrafas pet, que depois foi testado no lago do Parque Alvorada. A prova teve o suporte de segurança de alunos de Educação Física, Enfermagem e Corpo de Bombeiros do município. O diretor da Unidade, Claudemir José de Souza, comemorou o bom desempenho dos alunos e destacou o empenho para a execução dos projetos.

O coordenador do curso de Engenharia Civil, professor Cledison Zatta Valdameri, disse que os alunos tiveram oportunidade de aplicar conceitos básicos de engenharia, abrangendo o projeto, execução e desempenho do produto: “Também possibilitou a conscientização dos alunos com o meio ambiente pela utilização de garrafas plásticas descartáveis, envolvendo a coleta e uso de um grande número deste material, e pela realização da prova ao ar livre no lago do Parque Alvorada”.

Depois dos barcos prontos, veio um outro desafio: uma competição de velocidade, em que um tripulante teve de percorrer um circuito em menor tempo. Valdameri diz que o objetivo foi avaliar a flutuabilidade, equilíbrio e propulsão: “Além disso, o barco deveria atender aos critérios de segurança, integridade estrutural e design do produto”.

Todos os participantes da gincana ganharam horas extracurriculares e um ponto no terceiro bimestre em uma das disciplinas cursadas, a qual será escolhida pelo próprio participante.

Para a prova de velocidade foram conferidas medalhas para o 1º, 2º e 3º lugares. A equipe vencedora é composta por: Andriely Ank, Polyana Kelly de Barros, Lediane Demetreo, Érica Caroline Szydloski, Darlei Ciesca, Leonardo Henz e Gustavo Henrique Gervasoni.