Publicada em: 27/11/2014 às 17:00

Umuarama: Formandos de Ciências Contábeis se destacam no Exame de Suficiência

Desde 2010, aprovação no exame é requisito obrigatório para o exercício da profissão

Formandos comemoram aprovação

Formandos comemoram aprovação

A dedicação de seus alunos aos estudos aliada à qualidade de sua estrutura tem trazido bons resultados ao curso de Ciências Contábeis da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Umuarama. Mais uma vez, estudantes e professores estão comemorando a aprovação de formandos no Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade.

Neste ano, a prova foi realizada no Câmpus III da Unipar. Com a instituição da lei 12.249, que foi publicada em 11 de junho de 2010, a aprovação no exame passou a ser requisito obrigatório para o exercício da profissão. Dos 85 que fizeram o Exame, 47 foram aprovados; o percentual alcançado – 55% – é bem maior que o Nacional, que não passou de 33%.

Entre os aprovados está Elias Sobreiro dos Santos. “Os efeitos da globalização e os avanços tecnológicos criaram um mercado mais exigente para o profissional contábil. E ter passado no exame antes de terminar a graduação me dá mais confiança para encarar os desafios do mercado de trabalho”, anima-se o formando, atribuindo o feito também à qualidade da matriz curricular e infraestrutura do curso. “A base sólida da graduação foi fundamental nessa aprovação, nos oferecendo um projeto político-pedagógico e um corpo docente de alto nível”.

O colega Bruno Cesar Marsolla acrescenta: “A maioria das perguntas abordadas na prova foi de conteúdos que estudamos. Isso reflete a qualidade do curso, que nos prepara para o exame e outros testes, como concursos e testes seletivos em grandes empresas”.

O coordenador do curso, professor Clóvis Uliana, ressalta que desde que a lei foi implantada o curso incentiva os formandos a prestarem o exame. “A exigência da aprovação no exame significa um grande avanço na profissão, garantindo não só a qualidade técnica dos serviços contábeis, mas também a adequação das normas brasileiras de contabilidade aos padrões internacionais”.

E destaca: “A ótima participação dos nossos estudantes no exame demonstra que estamos no caminho certo, focando sempre a excelência na formação acadêmica”.

Publicada em: 27/11/2014 às 16:27

Toledo: Estudantes de Fisioterapia levam trabalho ao Congresso de Cursos, em Guaíra

Simone Daiane Wozniak e Eliane Perusso Vandresen levaram um pouco do conhecimento da Fisioterapia ao curso de Estética e Cosmética

As estudantes Simone e Eliane na entrada do evento, diante do banner do trabalho

As estudantes Simone e Eliane na entrada do evento, diante do banner do trabalho

Acadêmicas do 3º ano do curso de Fisioterapia da Universidade Paranaense - Unipar, Unidade Toledo, não mediram esforços para participar do 3º Congresso Internacional de Cursos de Graduação da Unipar, na cidade de Guaíra (8 a 10/11).

Simone Daiane Wozniak e Eliane Perusso Vandresen levaram um pouco do conhecimento da Fisioterapia ao curso de Estética e Cosmética, apresentando quatro trabalhos: ‘A fisioterapia dermatofuncional no pós-operatório de cirurgias plásticas’; ‘Atuação da cinesioterapia e drenagem linfática manual na diminuição de linfedema pós-mastectomia’; ‘As intervenções da fisioterapia na abdominoplastia – uma investigação sobre a drenagem linfática manual’; e ‘Aspectos da cinesioterapia aplicada à incontinência urinária de esforço, urgência e mista’. Em todos elas foram orientadas pela professora Dora Segura.

“São alunas diferenciadas, que possuem o hábito da participação de projetos de pesquisa e uma curiosidade científica indiscutível para a aquisição de novos conhecimentos. Foi uma iniciativa particular delas para a participação no evento, demonstrando uma preocupação discente única no enriquecimento do currículo acadêmico, o que me deixou muito feliz e satisfeita”, descreve a professora.

As acadêmicas estão eufóricas com as publicações. “Ficamos muito felizes quanto às publicações e a participação no evento, porque os conhecimentos extraclasses se fazem fundamentais para a formação de um bom profissional”, diz Eliane. “Sem dúvida, o Congresso nos possibilitou agregar informações imprescindíveis”, acrescenta Simone.

Publicada em: 27/11/2014 às 14:00

Francisco Beltrão: Unipar comemora aprovação de acadêmicos no Exame de Suficiência do CRC

Resultado foi divulgado neste mês e 14 acadêmicos foram aprovados

Alunos aprovados no Exame do CRC

Alunos aprovados no Exame do CRC

A direção e professores do curso de Ciências Contábeis da Universidade Paranaense (Unipar), Unidade de Francisco Beltrão, estão comemorando a aprovação dos acadêmicos no Exame de Suficiência, que é requisito para obtenção de registro nos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs).

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) divulgou no dia 14 deste mês a lista dos aprovados no Exame de Suficiência para Contador. A responsabilidade pela elaboração e aplicação das provas fica por conta da Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC).

O professor Idair Edson Marcello, coordenador do curso, disse que a Unidade de Francisco Beltrão teve 14 aprovações no Exame de Suficiência em 2014. “Isso nos deixa com a certeza de que o trabalho desenvolvido por todos do curso foi decisivo para as aprovações. Queremos agradecer a todos os professores do Curso de Ciências Contábeis da Unipar pelo esmero com que ministraram suas aulas e essa conquista é dedicada a toda comunidade acadêmica.”

O Exame foi estabelecido pela Lei n.º 12.249/2010, regulamentado pela Resolução CFC n.º 1.373/2011 e suas alterações. Desde o ano de 2011, ocorrem dois exames de suficiência anuais, o primeiro realizado em março e o segundo em setembro. Os alunos aprovados em 2014 foram: Andressa Tamara Rech, Bruna Maiara Senhorati de Jesus, Bruna Soares Selau, Cristian Fernando Iasinski, Élivan Antunes de Oliveira, Fabrício Lazarin, Greici Cristina da Silva, Jociele Passaúra, Juliano Celante, Maurício Rodrigues, Natana Meurer, Renata Mara Blazius, Roberto Carlos Stang, Sirlei Regina Bertochi Grigol.

Contador tem excelentes opções profissionais

Embora conte com 500 mil profissionais registrados no CFC (Conselho Federal de Contabilidade), a área de Ciências Contábeis vive hoje um desafio: a falta de mão de obra contábil qualificada no País. A quantidade de formados é insuficiente para atender à necessidade dos 5 milhões de empresas no Brasil (mais 15 milhões de negócios informais, totalizando 20 milhões): ou 40 negócios esperando por cada contabilista. Um levantamento da consultoria Manpower com 850 recrutadores de grandes empresas brasileiras dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná confirma a escassez. Pelo estudo elaborado, 64% das companhias indicaram dificuldade em preencher vagas em Contabilidade.

Segundo o professor Idair Marcello, o profissional formado em Ciências Contábeis pela Unipar possui visão estratégica e competência para auxiliar os gestores na tomada de decisões fundamentais para a saúde financeira de qualquer organização. Ele lembra que o mercado de trabalho é abrangente e toda e qualquer empresa, órgão público, entidade ou instituição precisa de um contador. “Trata-se de um mercado de portas abertas onde você poderá atuar como Empresário Contábil, Controller, Analista Financeiro, Planejador Tributário, Analista de Custos, Gerencial e Atuário, Auditor, Perito e Consultor, dentre outros cargos.”

Publicada em: 27/11/2014 às 10:43

Cascavel: Curso de História apresenta pesquisa em Simpósio da USP

Estudo foi desenvolvido pelo professor Fausto Irschlinger, versando sobre biografias e autobiografias

O coordenador de História na cidade universitária da USP

O coordenador de História na cidade universitária da USP

O curso de História da Universidade Paranaense – Unipar foi bem representado, agora em novembro, no 7º Simpósio Nacional de História Cultural: Escritas, Circulação, Leituras e Recepção, promovido pela USP (Universidade de São Paulo) em parceria com a Anphu (Associação Nacional de História).

O evento reuniu professores, pesquisadores e pós-graduandos de todo o Brasil. Na oportunidade, o coordenador da graduação em Cascavel, professor Fausto Alencar Irschlinger, apresentou trabalho intitulado ‘Escritas de si e sua recepção, a produção da imagem e a criação de mitos edificantes na biografia’.

O foco discutido pelo docente e pesquisador foi como as biografias são criadas ao longo da história, suas intencionalidades, as autobiografias e a construção de mitos de “heróis” e “personagens exemplares”. Seu estudo demonstra como a trajetória de vida de intelectuais e personalidades trazem nas entrelinhas muito da subjetividade, proporcionando reflexões e sentimentos na história, desconstruindo as figuras heroicas e personagens míticos na história brasileira.

Sua fala trouxe também os medos, temores, desilusões e incompreensões desses “heróis”, verificando, assim, trajetórias singulares na construção de indivíduos. Segundo explica, suas discussões aproximam o campo da história e da psicanálise, trazendo novas teorias, conceitos e discussões chave, interligando as áreas.

Sobre a participação, destaca: “O incentivo dado pela Universidade Paranaense para que professores participem de eventos de relevância, podendo, além de compartilhar os estudos desenvolvidos, interagir com profissionais e pesquisas de diversas universidades brasileiras, discutindo ideias de maneira produtiva também para o contexto de sala de aula é muito importante”.

Para a participação, Irschlinger contou com apoio do PICD (Programa Institucional de Capacitação Docente).

Publicada em: 26/11/2014 às 17:30

Umuarama: Alunos de Contábeis visitam o Inst de Planej e Tributação

Em Curitiba, grupo também passou pelo Conselho Regional e pela indústria multinacional Kuhn Montana

Otávio do Amaral, diretor do IBPT, fala sobre o órgão e a importância do planejamento tributário nas organizações empresariais

Otávio do Amaral, diretor do IBPT, fala sobre o órgão e a importância do planejamento tributário nas organizações empresariais

Um grupo de 40 alunos do curso de Ciências Contábeis da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade-Sede, foram a Curitiba para conhecer os projetos do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação). Os futuros contadores foram recebidos pelo diretor do órgão, Otávio do Amaral, que apresentou um breve histórico da instituição, suas atividades e projetos.

Lá, os visitantes assistiram à palestra sobre o PAI (Programa de Assessoramento Intensivo do Micro e Pequeno Negócio) e o seu funcionamento e o Sistema de Gestão desenvolvido pelo IBPT, cujo software possui versões para microempresários e contadores.

Para a aluna Raquel dos Santos Moura, o PAI é uma ferramenta útil aos contabilistas. “Já tinha ouvido falar desse programa, mas ainda não havia me aprofundado. Ele é ótimo para aproximar o pequeno empresário do seu contador e tem tudo para dar certo”, opina.

“O Instituto é muito interessante. Eu sempre olho o Impostômetro e acho muito importante a existência dele porque antes ninguém tinha dados reais sobre o quanto pagamos de impostos. Hoje o cidadão tem ciência do que está pagando e com essa informação pode cobrar mais dos governos”, diz o aluno Marciano Gomes de Araújo.

Seu colega, Diego Henrique Soriani, completa: “Assistindo à palestra percebi que a área tributária hoje também é uma área gerencial. E é nela que a gente procura a redução de custos, pois a tributação brasileira é muito alta. Portanto, um bom planejamento tributário é de grande valia para as empresas”.

O grupo estava acompanhado dos professores Clóvis Uliana (coordenador do curso de Ciências Contábeis), Arlete Marques e Thiago Henrique Felizador. “O IBPT é um braço direito na luta do Brasil em torno do sistema de tributação. E o Instituto está de parabéns por colocar o PAI à disposição, não só da academia, mas também dos empresários, pois é uma ferramenta que auxilia no gerenciamento de uma empresa, principalmente na área tributária”, ressalta Uliana.

A palestra aconteceu no auditório do CRC/PR (Conselho Regional de Contabilidade), onde o grupo também aprendeu sobre o funcionamento do órgão, com o diretor operacional Pedro Hugo Catossi, e assistiu a vídeos institucionais com a história da contabilidade. Os futuros contadores aproveitaram a oportunidade e visitaram o Museu da Contabilidade.

Visita Técnica

Na passagem por Curitiba, o grupo aproveitou para visitar a Kuhn Montana, indústria multinacional localizada em São José dos Pinhais. Atendendo mais de 220 revendedores do Brasil e exterior, a empresa produz mais de 50 tipos de produtos, como pulverizador, colhetadeira de algodão e tratores. Os visitantes foram recebidos pela controller Fabiane Basseto, ex-aluna do curso. “Além de conhecer todo o setor industrial na parte de gestão, esse contato com a egressa enriqueceu ainda a visita técnica, possibilitando a troca de informações estudadas no decorrer da graduação”, destaca o coordenador, professor Clóvis Uliana. Um tour pelo museu Oscar Niemeyer fez parte do roteiro.