UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Cianorte: Mistura de ritmos causa sensação no 1º Festival de Dança e Ginástica

Publicado em: 19/11/2010 às 13:50

Evento marcou a 3ª Jornada Acadêmica do curso de Educação Física. Festival é realizado como avaliação prática bimestral

Estudantes do Pibia durante apresentação de street jazz
Performance ao som de Lady Gaga
Performance ao som de Lady Gaga
Grupo de Ginástica da Unipar e Grupo Mosaico durante apresentação de ‘Ayer’
Estudantes durante apresentação
Estudantes em apresentação de hip-hop
Estudantes em apresentação de ginástica acrobática
Grupo do terceiro ano durante apresentação do ritmo pop
Folclore ‘pau de fitas’ também animou o show
Estudantes em apresentação de ginástica aeróbica
Grupo Mosaico durante coreografia de ‘Ocirne’
Grupo Mosaico durante coreografia de ‘Ocirne’
Professora Evelin Carla Coelho no ‘tecido circense’
Professora Evelin Carla Coelho no ‘tecido circense’
Cancan também animou a festa
Grupo de Ginástica da Unipar em coreografia de ‘Pipoca Moderna’
O professor José Augusto em apresentação de Hip Hop
Júri que avaliou as apresentações

O curso de Educação Física da Universidade Paranaense – Unipar, Campus Cianorte, inovou mais uma vez nas avaliações práticas bimestrais das disciplinas de ‘Dança e Ginástica’ e ‘Folclore’. Os estudantes foram desafiados a criar coreográficas e movimentos de ginástica para apresentação perante ao público e júri.

Trata-se do 1º Festival de Dança e Ginástica realizado durante a 3ª Jornada Acadêmica do curso de Educação Física. Coordenado pela professora Paula Marroni e estudantes, o evento reuniu as turmas de primeiro (licenciatura e bacharelado) e terceiros anos para um verdadeiro show de ritmos (em 30/10).

“Durante o ano, eles realizaram quatro provas práticas: teatro sobre história da dança, dança de salão de livre escolha, folclore de livre escolha e essa, do quarto bimestre. Nesse festival, o gênero musical também foi de livre escolha, predominando os ritmos hip hop, pop, e cancan”, explica a professora Paula Marroni. “Na ginástica, foram apresentadas as preferidas: ginástica geral, ginástica acrobática, ginástica aeróbica e volteio”, emenda.

Além das apresentações em grupos, as turmas se uniram para realizar o ‘flashmob’, construído no decorrer do terceiro bimestre “Surgiu nas discussões de cultura popular, de massa, de mídia e folclore. Assim foi verificada a possibilidade de uma música e coreografia de cultura de massa ser capaz de despertar pessoas para a dança, para que a cultura popular e folclore sejam despertados futuramente”, informa a professora. “Como a apresentação do flashmob, no inicio de outubro, já havia sido um sucesso, repetimos a apresentação como encerramento do festival”, completa.

Convidados também abrilhantaram a noite. O grupo de ginástica da Unipar estreou a coreografia ‘pipoca moderna’; de Maringá, o ‘Grupo Mosaico’ (ambos coordenados pela professora Paula Marroni), apresentou coreografias de dança contemporânea, ginástica geral com elementos orientais e de heavy metal e Ayer, uma mistura de hip-hop e funk com o grupo de ginástica da Unipar.

Também causaram sensação o ‘Grupo Megaginga’ (coordenado pelo estudante do terceiro ano, Everaldo Santos), que deu um show de street dance, e o pessoal do Pibia (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Artística), que, coordenados pelo professor Eleandro Santos, apresentaram o street jazz. Os professores também entraram na dança. No tecido circense, foi a professora Evelin Carla Coelho quem deu show. O ritmo do hip-hop ficou a cargo do professor José Augusto Ramos. Já os professores Marisa Feijó e Jhota Capucho apresentaram uma performance em ‘zouk’. “Estes professores foram convidados por terem ministrado oficinas no decorrer do ano aos estudantes”, informa a professora Paula Marroni.

O coordenador do curso, professor Ricardo Carminato, a coordenadora do curso de Enfermagem, professora Andréia Pizzani, e as professoras Rosangela Previati e Daniela da Graça compuseram o júri. “O júri avaliou os quesitos ‘ocupação do espaço’, ‘harmonia entre música’, ‘coreografia’, ‘figurino’, ‘variação de elementos corporais’, ‘deslocamentos’, ‘criatividade’, ‘composição da coreografia ou série’ e ‘execução global’, para decidir a nota bimestral”, explica Paula Marroni.

Eles também surpreenderam os participantes com uma coreografia surpresa elaborada pelo próprio júri e coordenada pela professora Paula Marroni. “Uma sequência de ritmos foram dançados de improviso ou coreografados na seguinte seqüência: free style e ginástica, dança contemporânea, ballet e jazz dance, raggaton e break, dança de salão, folclore e volteio e uma parte de free style mais simples, para que todos os professores pudessem dançar já previamente ensaiados”, comenta a professora. A diretora do Campus, professora Miriam Fecchio Chueiri, prestigiou.

Redes sociais>