UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Espaço lúdico-científico: Brinquedoteca da Unipar comemora vinte anos

Publicado em: 13/11/2019 às 15:00

Eventos foram programados – alguns já realizados – para celebrar as duas décadas do projeto, que é referência no Brasil

Estudantes comemoram 20º aniversário da Brinquedoteca
Coordenadora do GEEAC-Unir, professora Adriana Cardoso e a professora Lucyelena Picelli
Crianças brincam no pátio da Brinquedoteca: projeto faz cerca de quatro mil atendimentos por ano
Um dos vários espaços da Brinquedoteca da Unipar: diversão de todo tipo, para todos os gostos

A Brinquedoteca do curso de Pedagogia da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Umuarama, está festejando vinte anos de fundação. Oferecendo atividades práticas relacionadas ao brincar educativo, o projeto de extensão atende crianças da comunidade ao mesmo tempo em que aprimora a formação dos acadêmicos que atuam como estagiários.

A coordenação agendou eventos comemorativos. Nesta quinta, 14, as duas décadas dedicadas ao lúdico científico serão aplaudidas durante a Aula Magna do curso de Pedagogia, que põe em discussão ‘Pedagogia: Novos olhares para a inovação e educação 4.0’, com o professor doutor Paulo Tomazinho. Será no salão de eventos do Câmpus Tiradentes, a partir das 19 horas.

O evento do ‘apagar as velinhas’ com parabéns já aconteceu. As estagiárias, com orientação da coordenadora, professora Lucyelena Picelli, prepararam um bolo inusitado [com o formato da marca da Brinquedoteca, feita com vários cupcakes] para a saudação.

Antes, houve um debate que encerrou o 12º Curso de Formação de Brinquedista, projeto de ensino do curso de Pedagogia da Unipar. O tema pautado foi ‘O conceito de brinquedista: o profissional da brinquedoteca’. A importância do conhecimento nesse setor para impulsionar a carreira, perfil e atuação no mercado de trabalho foram os assuntos abordados. Mais de trinta participaram do curso.

“Os futuros pedagogos precisam saber trabalhar com o lúdico para desempenhar a função com competência. Eles têm que saber exercitar a imaginação e o senso crítico da criança, enquanto brincam, porque a ciência nos mostra que o brincar é fundamental para o desenvolvimento físico, mental e emocional da criança”, explica a coordenadora.

O curso segue este princípio, o de capacitar recursos humanos para esta área, sensibilizando e incentivando para a função de brinquedista. No encerramento, os convidados visitaram os ambientes da Brinquedoteca da Unipar e cantaram os parabéns.

O projeto

O projeto Brinquedoteca da Unipar recebe crianças de 3 a 10 anos de idade, nos seus espaços lúdicos. Todas vão para brincar, participando de atividades monitoradas por pedagogas e estagiários de Pedagogia [o estágio é obrigatório para alunos do 1º ano].

Aberto também para atuação de estudantes de outros cursos de graduação da Unipar, o projeto tem por objetivo maior valorizar o brincar espontâneo e atividades criativas, possibilitando o acesso da criança a vários e diferentes brinquedos; durante a estada na Brinquedoteca elas recebem orientações sobre como utilizar os brinquedos e as responsabilidades que isso implica. 

E mais: promove eventos para reforçar os laços afetivos e de aprendizagem entre criança e adulto; e inspira e estimula os acadêmicos a pesquisar, ampliar os estudos sobre o tema para o aprimoramento das práticas pedagógicas.

Referência

Desde que foi inaugurada, a Brinquedoteca da Unipar encanta os visitantes pela estrutura física, que abriga um grande e diversificado conjunto de brinquedos, e pelo projeto pedagógico coeso, alicerçado no conhecimento científico. Tanto que se tornou referência no Brasil.

O marco foi o prêmio que conquistou no início do ano, no 1º Congresso Internacional: Brincar, brinquedista e brinquedoteca, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. O projeto, apresentado lá pela coordenadora, ficou com a primeira colocação na categoria ‘trabalho científico’.

Muitos pesquisadores já visitaram o espaço. Entre eles está a professora Adriana Cardoso, da Unir (Fundação Universidade Federal de Rondônia), Câmpus Vilhena. Ela, que é coordenadora da Brinquedoteca e do Grupo de Pesquisa em Estudos em Educação Ambiental e Contemporaneidade da Unir, veio no mês passado.

Na ocasião, disse ter ficado impressionada com o que viu: “Na Unir o projeto é destinado apenas para os acadêmicos, mas aqui o diferencial é o atendimento às crianças da comunidade e isso é importantíssimo!”.

Redes sociais>

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h às 20h
Sab. das 8h às 12h