UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Cascavel: Campus abre as portas para debate sobre museus

Publicado em: 01/06/2010 às 16:37

A programação da Semana de Museus foi completa. Houve palestras, documentários, visitas, ações de preservação, exposições e lançamento do Museu da Imagem e do Som online

Doutor Euclides ministra palestra na abertura da Semana
A secretária de Cultura, Judet, fala sobre os museus de Cascavel
O coordenador do curso, professor Fausto, agradece a presença de acadêmicos e historiadores
Professores e acadêmicos visitam o Museu Celso Sperança
Professores e acadêmicos visitam o Museu Celso Sperança
Professores e acadêmicos visitam o Museu Celso Sperança

Para mostrar a sociedade o que significa um museu e falar da importância da preservação da história foi realizada em Cascavel a 8ª Semana de Museus. A palestra de abertura aconteceu na UNIPAR, que recebeu o diretor do Museu Paranaense e professor da Universidade Federal do Paraná, Euclides Marchi. O doutor ministrou o tema ‘Museus para harmonia social’.

“Até que ponto efetivamos algo em torno do conceito?”, questionou. Segundo o historiador, a sociedade é diversa, conflituosa e opressiva, o que justifica a importância de abrir portas para uma reflexão sobre a realidade.

O museu tem o importante papel de dialogar com diversas facetas da sociedade. De acordo com o palestrante, na Grécia Antiga, a característica era o isolamento, a sofisticação: “O museu era uma academia - etnologia distante do povo, tornando-se gabinete de curiosidade, onde se podia apreciar objetos raros e desenvolver uma forma de deleite, com oportunidades de descobrir e entender um mundo que se tornava global”.

Acadêmicos do curso de História, professores e historiadores marcaram presença no evento. O representante do Ecomuseu de Itaipu, Gilberto Brusscagim, e a secretária de Cultura, Judet Bilibio Haschich, também prestigiaram. A secretária destacou a importância de se ter apreço pela preservação da história e valorizar as produções artísticas e culturais: “A população cascavelense é privilegiada com quatro museus (Museu de Arte e Cultura, Museu da Imagem e do Som, Museu Histórico Celso F. Sperança e Museu de História Natural (no zoológico), abertos a visitação gratuita”.

Segundo definição do IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), essas casas guardam e apresentam sonhos, sentimentos, pensamentos e intuições que ganham corpo através de imagens, cores, sons e formas. Pontes, portas e janelas que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes.

Durante a semana, aconteceu o lançamento online do acervo fotográfico do Museu da Imagem e do Som, além de exposições, apresentação do documentário ‘Memória Viva’, ações de preservação e dinamização dos bens patrimoniais. No Centro Cultural Gilberto Mayer, o público prestigiou a peça ‘Aspectos da História e Memória de Cascavel’, encenada pelo grupo de teatro Hierofânico, da UNIPAR.

O evento foi organizado pela secretaria da Cultura, em parceria com o MIS, sob a coordenação de Silvia Prado.

Redes sociais>

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h30 às 12h e 13h às 17h30
Sáb. das 08h30 às 12h30
Ou ligue: 0800 601 4031