UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Toledo: Curso de Farmácia discute h1n1 em aula magna

Publicado em: 23/04/2010 às 10:26

O foco da palestra foi a importância do analista clínico na realização dos exames laboratoriais, para diagnóstico da gripe A. Quem apresentou o assunto foi a bioquímica Liliam de Assis Lisboa

Estudantes participam de confraternização, após palestra
Professores Leonildo Bagio e Partícia Doblinski, com a palestrante
Grupo Casa de Maria faz a abertura da Aula Magna
A coordenadora do curso entrega mimo à palestrante
Estudantes de Farmácia prestigiam Aula Magna

Apresentar estudos atualizados é a tônica na Universidade Paranaense – UNIPAR. Convidada para palestrar na Aula Magna do curso de Farmácia, do Campus de Toledo, a bioquímica do Laboratório Álvaro, Drª. Liliam de Assis Lisboa, falou sobre ‘H1N1 – Diagnóstico laboratorial e a importância do farmacêutico’ (em 24/3). Na abertura do evento, os participantes apreciaram três apresentações de dança, realizadas pelo grupo da Casa de Maria e, para encerrar, foi servido um coquetel de confraternização.

A coordenadora do curso, professora Patrícia Doblinski, ressaltou a necessidade de levantar a discussão sobre um tema de saúde pública, que tem mobilizado toda a sociedade, a gripe A. O diretor do Campus, professor Leonildo Bagio, destacou a importância do assunto, que, no momento, volta com maior intensidade e vêm complementar o trabalho de educação e conscientização, realizado pelo Comitê de Biossegurança da UNIPAR, no sentido de educar e disseminar as formas de prevenção contra o contágio da doença.

A palestrante fez uma abordagem abrangente e focou a importância do analista clínico na realização dos exames laboratoriais, para o diagnóstico do H1NI. A bioquímica apresentou um panorama mundial da doença e a atual situação no mundo, no Brasil e, principalmente, no Estado do Paraná.

Segundo a professora, a aula foi explicativa e incentivadora: “A palestra aconteceu no momento certo, quando todas as secretarias de Saúde tomam as providências para prevenir o contágio pela doença. Para os acadêmicos, é importante o contato com profissionais renomados, que possam trazer experiências diárias e despertar o interesse, as aptidões e a vontade de conhecer a área de atuação do profissional”.

Redes sociais>

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h às 14h20
Sáb. das 8h às 12h
Ou ligue: 0800 601 4031