UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Umuarama: Professor de Medicina Veterinária é vice-presidente do CRMV-PR

Publicado em: 04/11/2011 às 17:50

Pachaly faz parte da diretoria eleita pela chapa ‘Inovação’ para a gestão 2011/2014

José Ricardo Pachaly (à direita) em reunião com os doutores Benedito Arruda e Eliel de Freitas
José Ricardo Pachaly assina termo de posse

Mais de sete mil profissionais da medicina veterinária e zootecnia votaram e elegeram o professor doutor do curso de Medicina Veterinária e do mestrado em Ciência Animal da Universidade Paranaense – Unipar, Câmpus Umuarama, José Ricardo Pachaly, para o cargo de vice-presidente do CRMV-PR (Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná).

A nova diretoria, que tem na presidência o médico veterinário Eliel de Freitas, já trabalha pela classe, desde a cerimônia de posse, realizada no final de setembro, na sede do Conselho em Curitiba/PR. Pachaly fez parte da chapa ‘Inovação’, eleita com diferença de 370 votos em relação à concorrente e que assume a gestão 2011/2014.

“Já tivemos duas reuniões plenárias em Curitiba e estamos trabalhando com dezenas de processos ainda remanescentes da gestão anterior e nos preparando para atender a nova demanda de atividades”, destaca Pachaly. Uma visita ao Conselho Federal de Medicina Veterinária, em Brasília, também entrou na lista das atividades. Lá, tiveram uma reunião de trabalho com o presidente do CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária), doutor Benedito Arruda, e com o próximo secretário geral, doutor Felipe Wouk. “Discutimos relevantes temas sobre os rumos da Medicina Veterinária brasileira e aspectos técnicos referentes à gestão do CRMV-PR”.

Na vice-presidência, o professor da Unipar terá como principal função substituir o presidente em todas as situações que isso for necessário. Além disso, como todos os diretores e conselheiros, terá atividades administrativas e consultivas e também desempenhará papel referente à sua qualificação como docente universitário. “Fico responsável pelo encaminhamento dos trabalhos da nova Comissão de Ensino da Medicina Veterinária, um comitê de alto nível que irá assessorar o CRMV em assuntos referentes ao tema”, informa.

Pachaly encara essa nova etapa como “um compromisso de honra”. “Um professor universitário sempre é um formador de opinião e, no meu caso, sendo docente desde 1988, na UFPR, e a partir de 1998 na Unipar, tenho certeza de que muitos dos meus ex-alunos apoiaram a chapa lembrando-se de meu comportamento profissional em sala de aulas. Incluo nesse universo não somente os alunos de graduação, mas também os muitos colegas que aprenderam comigo em cursos de especialização ao longo dos últimos 10 anos. E para todos nós, membros da diretoria e conselheiros do CRMV-PR, é um compromisso de honra lutar pelo respeito profissional em todos os seus múltiplos aspectos”.

Ele ainda destaca que participar da diretoria de um conselho de classe é uma atividade não remunerada que deve ser assumida com pleno desprendimento e grande altruísmo: “Por ser um trabalho voluntário, persegue-se uma série de objetivos que podemos resumir na busca do engrandecimento de uma profissão e na valorização de seus membros pela sociedade. Para mim, é um grande orgulho poder representar os médicos veterinários do Paraná, mesmo sabendo da grande carga de trabalho e da enorme dedicação que isso irá demandar”.

Quanto às atividades na Unipar, diz que continuará com a dedicação de sempre: “Meu maior empenho é à pesquisa institucional. Pretendo concluir já no início do próximo ano o pós-doutoramento que está em andamento no programa de Pós Graduação em Ciências Veterinárias da UFPR e seguir publicando uma média de dez artigos científicos por ano”, ressalta o professor que, em 2011, comemora trinta anos de formatura em Medicina Veterinária, 24 destes destinados à docência, e 101 artigos publicados em periódicos indexados.

Eleição

As votações foram realizadas em maio e elegeram diretores executivos, conselheiros efetivos e suplentes. Apenas os profissionais com inscrição principal no CRMV-PR, entre outras atribuições puderam votar, presencialmente ou por correspondência. Todos tiveram direito a um voto, sendo esse obrigatório. Mais de sete mil participaram do processo. “A candidatura de nossa chapa partiu da arregimentação de colegas que reunissem algumas qualidades que julgávamos imprescindíveis. Essas qualidades incluíam especialmente disposição e desprendimento para contribuir com a classe, além de reconhecimento profissional e projeção intelectual e social”, enaltece José Ricardo Pachaly.

Currículo

Dedicação é a palavra de ordem nos trabalhos que Ricardo Pachaly desenvolve. Seu currículo comprova sua experiência no ramo e sua competência. Ele é diretor científico do Especialvet (Instituto Brasileiro de Especialidades em Medicina Veterinária), membro fundador da Associação Paranaense de Medicina de Animais Selvagens - G. Fowler, membro fundador da Abravas (Associação Brasileira de Veterinários de Animais Selvagens), membro da Abov (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), da AAZV (American Association of Zoo Veterinarians), da WDA (Wildlife Disease Association) e da AVDS (American Veterinary Dental Society) além de ser expert em animais selvagens, anestesiologia veterinária e odontologia veterinária.Ao longo de quase 30 anos de carreira, já participou das diretorias de muitas entidades de classe, como Abravas, Anclipeva e Apmas-Grupo Fowler.

Redes sociais>

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h às 20h
Sab. das 8h às 12h