UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Cascavel: Médico ministra aula inaugural da pós em Psicanálise

Publicado em: 04/05/2011 às 14:04

O psiquiatra e psicanalista doutor Luciano Souza deu destaque ao caso Anna O, que originou a Psicanálise e guiou estudos de Freud

Terceira turma da pós-graduação em Psicanálise em aula inaugural
Terceira turma da pós-graduação em Psicanálise em aula inaugural
Pós-Graduandos iniciam especialização, animados
A diretora do Campus, Débora Venturin, o doutor Luciano Souza e a coordenadora do curso, Diocleide Silva
Momento de confraternização entre colegas de sala: *coffee break*

Com estrutura curricular abrangente e sintonizada com os novos paradigmas da área, a Universidade Paranaense – Unipar, Campus Cascavel, inicia com sucesso mais um curso de pós-graduação: Psicanálise Clínica (Freud e Lacan). Para ministrar o primeiro módulo, a Universidade Paranaense – Unipar recebeu o médico psiquiatra e psicanalista Luciano Souza, de Curitiba.

O doutor em Ciências Médicas levantou em aula os antecedentes históricos da Psicanálise. Um importante exemplo trazido foi o caso clínico Anna O, fundamental para o desenvolvimento da Psicanálise. A jovem, cujo nome real era Bertha Pappenheim, apresentava sintomas de histeria e quando adoeceu foi tratada pelo doutor Josef Breuer, amigo de Sigmund Freud, pai da Psicanálise.

No começo do tratamento, Breuer usava o método da hipnose, fazendo a paciente reviver seus dramas. E foi ele quem apresentou a Freud a cura por meio da conversa. Em seus trabalhos, Freud destaca que certos desejos ficam reprimidos no inconsciente e por meio de uma conversa ‘à vontade’ com o analista, oportuniza ao cliente ter consciência de seus problemas para que possam ser esclarecidos.

Não se sabe como Anna O superou os problemas emocionais. Ela se tornou assistente social e feminista, publicando vários contos, que foram relembrados na aula inaugural. O médico psiquiatra debateu sobre os últimos escritos de Anna O, em 1883, e sobre a nova época para a Psicanálise, a década de 1990.

Segundo o médico, além da pós-graduação, que é específica, é interessante que os cursos de graduação conheçam as várias noções terapêuticas. O doutor expôs, ainda, os três grandes eixos para psicologia na atualidade, as áreas organizacional, clínica (Psicanálise) e escolar.

A coordenadora da especialização, professora Diocleide Silva, falou da satisfação em iniciar esta terceira turma da pós-graduação em Psicanálise, que já se tornou referência em Cascavel e região. Salientou ainda que o diferencial está no fato de o corpo docente ser composto por professores psicanalistas do Brasil e da Argentina, os quais fazem parte de escolas de formação da área. A turma é mista também na origem dos alunos e em sua formação, já que, além de psicólogos, conta com filósofos e historiadores.

Durante o curso serão abordados vários módulos: Os pós-freudianos e Lacan; Fundamentos de clínica: a construção do sujeito em Psicanálise; A construção do saber teórico e os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise; Neurose; Perversão; Psicose; Psicanálise com crianças e adolescentes; Psicanálise institucional e saúde mental; e Metodologia da pesquisa científica.

A diretora do Campus, professora Débora Venturin, prestigiou a aula.

Redes sociais>

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h30 às 12h e 13h às 17h30
Sáb. das 08h30 às 12h30
Ou ligue: 0800 601 4031