UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha

Você está aqui: Pós Graduação  >  Mestrado e Doutorado  >  Mestrado Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica

Nossos programas de Mestrado e Doutorado Faça já sua inscrição

Sobre o programa

O Mestrado Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica criado em 2015, é uma proposta inovadora da Universidade Paranaense para os profissionais da saúde e áreas afins. Além disso, o programa tem como objetivo capacitar profissionais com conhecimentos e habilidades para a implementação de arranjos produtivos locais relacionados à Politica Nacional das Práticas Integrativas e Complementares do Sistema Único de Saúde (SUS) no que se refere a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Os futuros egressos do programa deverão estar aptos a solucionar problemas de forma inovadora, atualizando e ampliando os conhecimentos técnicos e científicos adquiridos, com o objetivo de contribuir com a sociedade civil, setor produtivo e principalmente o Sistema Público de Saúde no que se refere à utilização de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Para isto, os pós-graduandos contarão com uma grade curricular diversificada, com a realização de trabalhos práticos desenvolvidos em laboratórios e em campo, além das atividades extracurriculares. Terão ainda a oportunidade de exercitar o espírito crítico e criativo em busca do conhecimento e solução de problemas de acordo com as necessidades regionais para ampliação das opções terapêuticas e melhoria da atenção à saúde aos usuários do SUS. Além disso, favorecerão a promoção do uso sustentável da biodiversidade local, a valorização e a preservação do conhecimento das comunidades tradicionais e indígenas, e fortalecimento da agricultura familiar nas regiões em que estarão inseridos.

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO

ARRANJOS PRODUTIVOS PARA O SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE

Conjunto de ações ligadas às plantas medicinais e fitoterápicos, localizados em um mesmo território, que mantêm algum nível de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com os demais atores locais (governo, pesquisa, ensino e instituições de crédito) visando a formação de profissionais para atender a demanda de implantação da Politica Nacional das Práticas Integrativas e Complementares do Sistema Único de Saúde no que se refere a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos.

Coordenador

Emerson Luiz Botelho Lourenço (emerson@unipar.br)

Situação legal - Mestrado

Curso recomendado pela CAPES, com base no resultado da 161ª Reunião (07 e 11 de dezembro de 2015) Conselho Técnico Científico – Ensino Superior (CTC – ES)

Público

Profissionais graduados em cursos reconhecidos pelo MEC, nas áreas de Medicina Veterinária, Ciências Biológicas, Farmácia, Biomedicina, Nutrição, Enfermagem, Tecnologia em Estética e Cosmética, Educação Física, Medicina, Odontologia e áreas afins.

Objetivos

Capacitar profissionais com conhecimentos e habilidades para a implementação de arranjos produtivos locais relacionados à Politica Nacional das Práticas Integrativas e Complementares do Sistema Único de Saúde (SUS) no que se refere a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos.

Investimentos

Mestrado: 30 parcelas de R$ 1.397,00

Este valor é para a seleção do ano de 2017, e a Universidade reserva-se o direito de fazer alterações em decorrência de exigências de ordem legal ou econômica.

 

Bolsa do Programa Institucional de Treinamento Docente e Técnico-Científico (PIT). A bolsa PIT é oferecida aos cinco primeiros colocados que efetivarem matrícula no curso de Mestrado Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica. A bolsa em 2017 será de R$ 250,00 por um período de 30 meses. O aluno fica condicionado à não reprovação, assiduidade, participação de todas as atividades do curso, organização de eventos, palestras, atividades de pesquisa e orientação de alunos de iniciação científica. Critérios de concessão: Pontuação obtida na análise do Currículo Lattes. A disponibilidade das bolsas PIT ficam sujeitas à liberação da UNIPAR.

Redes sociais