UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

NOTÍCIA

Professor da Unipar ministra aula em curso de pós da IBRAS, em RN

Publicado em: 12/04/2019 às 15:00

Romir Rodrigues faz parte do corpo docente do IBRAS (Instituto Brasil de Pós-Graduação, Capacitação e Assessoria)

Professor Romir Rodrigues com os estudantes da especialização
Professor Romir Rodrigues com os estudantes da especialização
Turma de alunos do professor Romir Rodrigues em Natal/RN
Turma de alunos do professor Romir Rodrigues em Natal/RN

A Universidade Paranaense conta com corpo docente de qualidade em todos os cursos oferecidos, garantindo aos seus estudantes um ensino voltado para a excelência. Uma prova disso é a participação do professor Romir Rodrigues na pós-graduação em Análises Clínica do IBRAS (Instituto Brasil de Pós-Graduação, Capacitação e Assessoria), de Natal/RN, do qual faz parte do corpo docente.

Professor do curso de Farmácia na Unipar de Paranavaí, Rodrigues ministrou aulas abordando o tema Parasitologia Clínica. Segundo ele, na área de parasitologia, existem poucos investimentos em pesquisa de novos métodos diagnósticos.

“Com o advento da AIDS, parasitas oportunistas foram melhores estudados e pesquisados. Neste quesito, antigas metodologias foram somadas aos novos métodos e aos avanços tecnológicos, como por exemplo, a automação em parasitologia, que permitiram não somente a identificação de coccídeos, como também de enteroparasitas, histoparasitas e hematoparasitas”, explica o professor.

Durante a aula, ele também reforçou o ensinamento de técnicas modernas de diagnóstico laboratorial, como o ELISA (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay), testes Imunocromatográficos, PCR (Polymerase Chain Reaction) e outras. “Com estas técnicas é possível estabelecer o diagnóstico de maneira rápida, pois são de fácil execução e com alta sensibilidade e especificidade”.

Para a atividade avaliativa foi utilizado o aplicativo Plickers, com a participação ativa e interatividade dos pós-graduandos. “O Plickers é uma ferramenta disponível na versão web e aplicativo para dispositivos móveis, usado para administração de testes rápidos, permitindo ao professor escanear as respostas e conhecer em tempo real o nível da turma quanto ao entendimento de conceitos e pontos chaves de uma aula. O aplicativo gera e salva automaticamente o desempenho individual dos alunos, criando gráficos e dados”.

Os profissionais que participam da aula puderam ainda aprender mais sobre novas metodologias diagnósticas, como o método TF-Test®, baseado no método de Ritchie modificado. “É de extrema importância a participação dos profissionais farmacêuticos nestes cursos, pois permite o contato com os avanços científicos e tecnológicos de análises clínicas”, ressalta, argumentando que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente. “A busca por enriquecimento intelectual na área de diagnóstico permite solidificar o papel dos farmacêuticos na área diagnóstica, através de metodologias de alta sensibilidade e especificidade, que permitem o diagnóstico correto, buscando a promoção da saúde”.

O IBRAS, instituição de ensino atuante em 11 estados do Brasil, conta com especializações na área da farmácia, bioquímica e administração farmacêutica.

Redes sociais>