UNIPAR - UM ESPAÇO PARA O SEU TALENTO

 
OUVIDORIA TRABALHISTA

Acesso online:

Criar ou recuperar sua senha
Nossos cursos de GRADUAÇÃO

Medicina Veterinária

Descrição

Sua formação com conceito máximo

Cursar Medicina Veterinária na Unipar é fazer parte de 20 anos de história e ter um currículo moderno, atualizado com os avanços científicos e tecnológicos em todas áreas de atendimento e, principalmente, é ter a formação de um curso que é conceito máximo na avaliação do INEP/MEC, um dos mais exigentes do país.

Como Médico Veterinário, você vai estar bem preparado para atuar nas diversas áreas como reprodução animal, melhoramento genético, clínica médica e clinica cirúrgica e obstetrícia, prevenção e controle de doenças infecto-contagiosas e parasitárias, higiene e inspeção de produtos de origem animal, planejamento de projetos de saúde pública, atendimento a animais silvestres, projetos agropecuários, administração e planejamento de empresas rurais.

Além disso, na Unipar você terá acesso a uma formação de excelência em todas as áreas e disciplinas especiais que complementam a formação, como Odontologia e Oftalmologia Veterinária e Medicina de Animais Selvagens.

Um mercado de portas abertas para bons profissionais

O médico veterinário bem preparado não encontra dificuldades para entrar no mercado de trabalho. Você vai poder escolher entre atuar em empresas públicas ou privadas, agências governamentais, ligadas a ministérios, secretarias estaduais e municipais, instituições de pesquisa, hospitais, laboratórios e clínicas veterinárias, empresas agropecuárias e agroindustriais, centrais de inseminação artificial e transferência de embriões. Além disso, você também terá como opção trabalhar em haras, canis, frigoríficos, supermercados, fazendas, hipódromos, zoológicos, reservas ecológicas e hotéis-fazenda, dentre outros.

Por que escolher a Unipar

  • Currículo moderno e completo;

  • Professores titulados, em sua maioria doutores, e com grande experiência na área;

  • Um dos melhores e mais bem equipados hospitais veterinários da América Latina;

  • Conceito máximo na avaliação do INEP/MEC;

  • Certificado “Quatro Estrelas’ do Guia do Estudante da Editora Abril, em pesquisa feita entre as melhores universidades do país;

  • Cursos de pós-graduação em nível de especialização, mestrado e doutorado, para você ir cada vez mais longe; - Revista Científica própria, onde você tem a possibilidade de publicar artigos;

  • Convênios de estágio com grandes empresas.

Infraestrutura diferenciada

Na Unipar, você tem o grande diferencial de contar com um dos melhores e mais bem equipados hospitais veterinários da América Latina. Uma estrutura que reúne aparelhos de última geração em rádio-diagnóstico e cirurgia, distribuídos pelas diversas clínicas, laboratórios e outros ambientes especiais. Você também vai encontrar uma clínica médica de pequenos e de grandes animais, além de laboratórios de diagnóstico por imagem e eletrocardiografia veterinária, análises clínicas, patologia veterinária, microbiologia, parasitologia,, reprodução animal, anatomia dos animais domésticos, nutrição animal, zootecnia, centro cirúrgico, ambulatório de animais selvagens, setor de odontologia, dermatologia e oftalmologia veterinária, fazenda experimental, setor de bovinocultura de leite, corte, ovinocultura, piscicultura, avicultura, suinocultura e muitos outros.

Atividades Complementares

Na Unipar, você tem autonomia intelectual com atividades que contribuem para a formação e atuação profissional, bem como apoia seu crescimento, não apenas teórico e técnico, mas também humano e social; Aqui acontece diariamente inúmeros projetos de extensão em todos os diferentes setores no Hospital Veterinário, entre eles estão PROJETO UNILEITE que possui 14 anos em funcionamento, com mais de 100 vacas leiteiras, que são acompanhadas na produção leiteira manejo reprodutivo, sanitário, nutricional e clínico e o leite que é pasteurizado aqui na nossa fabrica de laticínio.

Outro projeto que faz parte da historia do curso há 17 anos é o PROJETO DE CASTRAÇÃO cães e gatos da região de Umuarama, com este projeto o acadêmico aperfeiçoa as técnicas de castração e contribui para um controle populacional além de incentivar a posse responsável, no ano de 2015 foram castrados mais de 500 animais.

Informações Gerais

COORDENADOR(A) Luiz Sérgio Merlini
TITULAÇÃO Médico Veterinário
MODALIDADE Presencial
PERÍODO Integral
DURAÇÃO MÁXIMA 08 anos
DURAÇÃO MÍNIMA 05 anos
CARGA HORÁRIA 4800 h/a
MENSALIDADE ATUAL R$ 2.317,00
DOWNLOADS Matriz Curricular
LOCAL Umuarama - Campus II - Hospital Veterinário
E-MAIL medvet-umu@unipar.br

Objetivo geral

O Curso de Medicina Veterinária da Universidade Paranaense – UNIPAR, com base nas premissas que emanam da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e nas determinações das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Medicina Veterinária, CNE/CES n.º 1, de 18 de fevereiro de 2003, tem como objetivo geral:

Formar profissionais com capacidade de desenvolvimento intelectual autônomo e permanente, éticos e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Com conhecimentos técnicos, humanísticos, ambientais e histórico-sociais necessários ao entendimento, interpretação e intervenção na realidade nacional e regional. Instrumentalizando-os com métodos, técnicas e recursos que possibilitem uma atuação condigna e competente nas suas funções na área de medicina veterinária.

Objetivo específico

  • Formar o profissional da área de Ciências Agrárias (Medicina Veterinária), capacitando-o para desempenhar funções que lhe são atribuídas, junto à comunidade com observância nos princípios éticos, com dedicação ímpar aos pacientes, prestando atendimento clínico e cirúrgico, prevenção e controle de doenças transmitidas do animal ao homem, produção de alimentos, inspeção e controle de produtos de origem animal.

Este objetivo abrange também o interesse do profissional pela pesquisa, atualização, aperfeiçoamento e especialização das técnicas e conhecimentos de sua área de atuação, visando inovar seu atendimento, conhecer os preceitos que norteiam a atuação eficaz, previstos no código de deontologia de Medicina Veterinária, manter um padrão ético de comportamento e de relações humanas condizentes com as atividades a serem desenvolvidas, e ainda preocupar-se com as causas sociais da comunidade, com o desenvolvimento do raciocínio lógico, com a de observação, interpretação e análise crítica de dados e informações.

  • Desenvolver noções de fatos sociais, culturais, políticos e da economia agropecuária e agroindustrial. Formar-se com uma boa base de expressão oral e escrita;

  • Formar profissionais capacitados para o exercício das funções concernentes a atividades não formais, com responsabilidade e competência técnica;

  • Formar profissionais capacitados a integrar equipes multiprofissionais com visão transdisciplinar;

  • Formar o profissional capacitado para o exercício das funções da área de Medicina Veterinária, como médico veterinário em clínicas particulares, hospitais veterinários, órgãos ou instituições públicas, institutos de pesquisa e ensino, cooperativas, laboratórios, fazendas experimentais, assistência a propriedades rurais, estabelecimentos comerciais de produtos veterinários, granjas, associações de criadores, parques e reservas florestais, sociedade hípica e clubes com responsabilidade e competência;

  • Capacitar os alunos na operacionalização dos conhecimentos técnicos adquiridos no transcorrer do curso, na identificação de enfermidades dos animais domésticos;

  • Instrumentalizar os alunos, para que com base nos conhecimentos farmacológicos e terapêuticos: promoverem o tratamento a ser aplicado em função de diagnóstico estabelecido, realizarem necrópsia e sugerir prováveis "causa mortis", efetuando colheita de material destinado a exames laboratoriais; e realizarem e interpretarem exames laboratoriais de rotina.;

  • Proporcionar aos alunos as capacidades pertinentes à realização de intervenções cirúrgicas e obstétricas de pequenos e grandes animais, praticando a clínica de animais em todas as suas modalidades;

  • Orientar o educando de como elaborar programas de alimentação, reprodução, manejo, instalações, equipamento e aplicação de medidas profiláticas visando ao aprimoramento animal, participando de projetos ou programas de pesquisa na área e/ou realizando melhorias zootécnicas de plantéis;

  • Incentivar o aluno a participar do planejamento do ensino, da coordenação e da execução técnica de trabalhos de reprodução animal, incluindo manejo, tecnologia do sêmen, inseminação artificial e doenças da reprodução;

  • Proporcionar aos alunos conhecimentos e técnicas relacionadas ao combate às zoonoses , através de aplicação de medidas profiláticas, estabelecidas em programas de saúde pública e/ou programas de sanidade animal, indicando soluções alternativas para problemas sanitários dos animais domésticos;

  • Formar profissionais capazes de divulgar conhecimentos técnico-científicos, visando à melhoria do meio, através dos conhecimentos adquiridos em extensão rural, bem como realizando atividades de inspeção para fins de fiscalizar estabelecimentos que manipulam produtos de origem animal e ainda identificar defeitos, vícios, acidentes, realizando também peritagem e exames técnicos sobre animais e seus produtos, para questões judiciais;

  • Possibilitar aos formandos habilidades quanto ao emprego, orientação e utilização da tecnologia, visando à evolução das indústrias e estabelecimentos que manipulam a carne e produtos cárneos, assim como identificando as técnicas mais adequadas a cada situação, implementando melhorias na forma de produção e índices zootécnicos dos animais domésticos;

  • Planejar e executar atividades de extensão rural em harmonia com os interesses da comunidade. Participar de atividades que visam a preservação ecológica do meio ambiente, através da defesa da fauna e do controle da exploração das espécies de animais selvagens;

  • Proporcionar aos profissionais pré e pós-graduados através do hospital veterinário, a realização de convênios com empresas agropecuárias e agroindústrias, realizando atividades e programas de extensão, via equipamentos convenientes o atendimento e desenvolvimento dos estágios supervisionados;

  • Contribuir para a melhoria das condições em que se desenvolve a Medicina Veterinária;

  • Comprometer-se com um projeto de transformação social nas áreas de interesse da clientela atendida;

  • Propiciar à clientela atendida, a participação em seminários, congressos, jornadas, semanas e todos os eventos relacionados à área;

  • Observar e cumprir os princípios éticos que regem a vida humana e a prática profissional;

  • Fomentar o interesse dos alunos por projetos de pesquisa, extensão e ensino;

  • Estimular a elaboração de trabalhos com rigor científico;

  • Contribuir para a superação das lacunas entre a teoria e a prática, integrando o pensar com o fazer, resultando num profissional competente.

Perfil do egresso

O Egresso dos cursos de graduação da Universidade Paranaense - UNIPAR é caracterizado por uma formação profissional atualizada fundamentada nos conhecimentos técnico-científicos, bem como nos princípios éticos e humanísticos voltados à cidadania. Neste sentido, ele se revela como um profissional capaz de reconhecer os problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade.

A partir das competências e das habilidades gerais do egresso do Curso de Graduação em Medicina Veterinária da UNIPAR, consoante o que dispõe o art. 4.º, da Resolução CNE/CES n.º 1, de 18/02/03, deve ser assegurado, no perfil do formando egresso.

O Médico Veterinário tem um papel fundamental na sociedade moderna, sendo ele o profissional que cuida da saúde de animais de corte e de leite, além dos domésticos, controla a produção e a qualidade dos produtos de origem animal, realiza pesquisas no sentido de buscar soluções para problemas ligados à agropecuária e adota medidas que visam melhorar as condições de saúde do meio rural; estuda a produção de proteína animal, garante a higiene dos alimentos e o controle de sanidade dos animais; presta atendimento clínico e cirúrgico, executa perícias e exames de laboratório; planeja e coordena programas de defesa sanitária e de banhos, assim como a produção racional e econômica dos alimentos. Essa maior atuação de profissionais na região com o desenvolvimento agropecuário, poderá atrair novos investimentos de empresas agropecuárias, agroindústrias , cooperativas, etc.

Este profissional veterinário, cujo perfil é generalista e humanista, com formação crítica e reflexiva, apto a compreender as necessidades da comunidade, com relação às atividades inerentes ao exercício profissional.

Cuida da saúde dos animais, presta também atendimento clínico e cirúrgico, ocupando-se da qualidade dos rebanhos e do controle da produção de alimentos de origem animal. Na pecuária, planeja e coordena programas de defesa sanitária, de proteção e desenvolvimento dos rebanhos, controla sua qualidade e produtividade, garantindo a produção racional de alimentos, faz exames e fiscaliza matadouros, frigoríficos, fábricas de conservas, de carne e pescado, usinas e fábricas de lacticínios. Investiga e controla surtos de toxinfecções alimentares.

Sempre comprometido com os interesses da sociedade, desenvolvendo sua responsabilidade com as vocações regionais, com preservação dos ecossistemas, buscando o desenvolvimento da agropecuária sempre priorizando as bases da vida e sem comprometer o futuro do homem. Ter conhecimento dos fatos sociais, culturais e políticos da economia e da administração agropecuária e agroindustrial. Produzir alimentos levando a uma geração de riquezas e elevação da qualidade de vida da população. Capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, bem como dos conhecimentos essenciais de Medicina Veterinária, para identificação e resolução de problemas.

O Perfil Profissiográfico do graduado pode ser caracterizado por aquele profissional capaz de, possuidor dos conhecimentos teóricos e práticos que lhes permitam desenvolver atividades ligadas à produção, controlar e fiscalizar produtos para uso animal, controlar a assistência técnica e sanitária dos animais sob qualquer forma, planejar e executar programas de defesa sanitária animal, atuando na saúde pública, clínica médica veterinária e ao ensino e pesquisa na área de veterinária.

Além disto, o profissional graduado pela UNIPAR, deverá se caracterizar por um perfil que o capacite a desenvolver trabalhos remunerados ou voluntários no âmbito da Medicina Veterinária, estágios em laboratórios, hospital veterinário, fazendas experimentais, órgãos de pesquisa, empresas agropecuárias, agroindústrias, instituições públicas; de participação de atividades de ensino, pesquisa e extensão e de plantões hospitalares.

No desempenho de suas atribuições, o profissional de Medicina Veterinária deverá demonstrar aptidões intelectuais como capacidade de pensar em termos de símbolos abstratos, exatidão e atenção concentrada, cultivando ainda a sociabilidade, a meticulosidade, a perseverança e a liderança.

Competências e Habilidades

Assim, o Curso de Graduação em Medicina Veterinária da Universidade Paranaense – UNIPAR, deve possibilitar, no perfil específico do egresso, as seguintes competências e habilidades:

  • Atenção à Saúde: os profissionais, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e continua com as demais instâncias do sistema. Sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

  • Tomada de Decisões: o trabalho dos profissionais deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

  • Comunicação: os profissionais devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

  • Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;

  • Administração e Gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

  • Educação Permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja beneficio mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais;

  • Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;

  • Interpretar sinais clínicos, exames laboratoriais e alterações morfo-funcionais;

  • Identificar e classificar os fatores etiológicos, compreender e elucidar a patogenia, bem como, prevenir, controlar e erradicar as doenças que acometem os animais;

  • Instituir diagnóstico, prognóstico, tratamento e medidas profiláticas, individuais e populacionais;

  • Elaborar, executar e gerenciar projetos agropecuários, ambientais e afins à profissão;

  • Desenvolver, programar, orientar e aplicar as modernas técnicas de criação, manejo, nutrição, alimentação, melhoramento genético; produção e reprodução animal;

  • Planejar, executar, gerenciar e avaliar programas de saúde animal, saúde pública e de tecnologia de produtos de origem animal;

  • Executar a inspeção sanitária e tecnológica de produtos de origem animal;

  • Planejar, elaborar, executar, gerenciar e participar de projetos nas áreas de biotecnologia da reprodução e de produtos biológicos;

  • Planejar, organizar e gerenciar unidades agroindustriais;

  • Realizar perícias, elaborar e interpretar laudos técnicos em todos os campos de conhecimento da Medicina Veterinária;

  • Planejar, elaborar, executar, gerenciar, participar de projetos agropecuários e do agronegócio;

  • Relacionar-se com os diversos segmentos sociais e atuar em equipes multidisciplinares da defesa e vigilância do ambiente e do bem-estar social;

  • Exercer a profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;

  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;

  • Assimilar as constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentadas no contexto mundial;

  • Avaliar e responder com senso crítico as informações que estão sendo oferecidas durante a graduação e no exercício profissional.

Mercado de trabalho

O Médico Veterinário com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, deverá atuar em medicina veterinária com base no rigor científico e intelectual. Capacitado ao exercício da Medicina Veterinária.

  • Clínica Médica e Clínica Cirurgia Veterinária: esta é uma importante área de atuação do Médico Veterinário. É bastante ampla, abrangendo a clínica de grandes animais, de animais de produção, de animais de companhia e animais selvagens. Dentro de cada área existem ainda as especialidades tais como: ortopedia, dermatologia, cirurgia geral, odontologia, diagnóstico por imagens, neurologia, oftalmologia, anestesiologia, entre outros.

  • Produção Animal. Administração e Extensão Rural: Criação e exploração econômica de animais , administração e planejamento de propriedades rurais, visando a instalação, nutrição e manejo de rebanhos. Esta é uma área multidisciplinar, onde o veterinário trabalha em equipe com outros profissionais como agrônomos e zootecnistas.

  • Reprodução Animal: ginecologia, obstetrícia, inseminação artificial, transferência de embriões, andrologia e tecnologia de sêmen.

  • Medicina Veterinária Preventiva e de Saúde Pública: Prevenção e controle de doenças zoonoses. O veterinário analisa os dados disponíveis e trabalha diretamente na fonte de infecção, procurando elimina-la. Também atua no controle sanitário de alimentos à venda em feiras como também em bares e restaurantes.

  • Indústria Farmacêutica Veterinária e de Rações: Nestas áreas, o Médico Veterinário atua nas fases de pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de medicamentos, soros, vacinas e rações para o uso em animais.

  • Higiene. Inspeção e Tecnologia: O Médico Veterinário exerce o controle sanitário de produtos de origem animal destinados a alimentação humana ou de outros animais.O veterinário pode atuar em indústrias ou usinas, fiscalizando, por exemplo, desde a chegada da matéria prima, até a saída do produto final. Também acompanha a manipulação, e fiscaliza as condições de armazenamento e comercialização dos produtos.

  • Ecologia e Animais Silvestres: Nesta área, o veterinário atua na defesa da ecologia, buscando métodos e técnicas para resguardar o equilíbrio do ecossistema.

Ambientes

Redes sociais